31 de dez de 2007

É, acabou...


Olho para trás e o que vejo? Chorei pouco menos do que gostaria de ter tido a oportunidade de chorar. Irei-me muito mais do que gostaria de ter precisado me irar. Ri comedidamente quando deveria faltar com a etiqueta e dar gargalhadas. Critiquei muito, zombei demais, ajudei muito pouco(acho que nem ajudei). Fui ferido por pessoas que prezo(ou pelo menos prezava). Feri estas pessoas também. Amei muito pouco quem mais me era difícil amar. Amei demasiadamente quem me era fácil amar. Orei muito menos do que gostaria ter orado. Pequei muito mais do que gostaria de ter pecado. Demorei muito pedir perdão. Demorei muito aceitar que posso ser perdoado.
Olho para trás e o que vejo? Houve momentos que achei que avancei. Mas, logo a frente, percebi que retrocedi. Acreditei em coisas vis. Tive muito pouca fé. Muito menos obras. Acho que não fiz novas amizades. Aliás, acho que perdi antigas amizades. Tenho a impressão de inércia.
Olho para trás e o que vejo? Um reflexo do mundo no espelho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs