4 de jan de 2008

Cara, sou fã... (3)

“Eu penso que, no final das contas, o grupo é totalmente rebelde por causa de nossa postura contra aquilo que as pessoas entendem ser rebeldia. Aquela coisa toda de estrelas do rock jogando seus carros dentro da piscina – isso não é rebeldia... Rebeldia começa em casa, em seu coração, em sua recusa de comprometer suas crenças e seus valores...” (Palavras do Reverendo Bono - rss- retiradas do livro Walk on - A jornada espiritual do U2 de Steve Stockman)

Não são poucas as vezes que sou indagado do motivo da minha rebeldia, do meu desconforto e indignação com a situação da igreja a nossa volta. Primeiro, não acho que sou um rebelde (no sentido que me apontam) em potencial. Não tenho problemas com autoridades. Tenho problemas com autocracia. Acho que rebeldia não é ostentar aquela postura adolescente vazia de criticidade. Rebeldia é não permitir que seus valores e princípios sejam vendidos. Rebeldia é pensar num mundo onde parece que as pessoas não pensam muito. Rebeldia é amar num mundo onde o amor não é assimilado. Rebeldia diz muito mais respeito a convicções interiores que ações externas que possam escandalizar os cérebros dormentes e de conceitos efusivos.
Rebeldia tem a ver com buscar sempre a verdade, consciente de que nunca será detentor único da mesma, dando de ombros para tudo e todos quantos querem empurrar guela abaixo um pacote dogmático como doutrina absoluta. A partir do momento que se está imune às falácias e sofismas, não importa se de cunho religioso, espiritual, profissional, musical, sexual ou relacional, então, prepare-se para ser tido por rebelde...

Um comentário:

  1. Vamos ver essa "rebeldia" de perto...
    Quando vai a Nerópolis?? rsrs.. |Até +

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs