9 de jan de 2008

Fogueira Santamente Diabólica

Goiânia/GO - O casal Jaime Matias dos Santos, 52, e Rosana Maria Gomes da Silva Matias, 44, por anos confiavam em pessoas que faziam revelações espirituais e viviam sob seus conselhos. Não tomavam nenhuma decisão sem consultá-los. A casa vivia cheia deles e não havia mais privacidade. Por consequência, conseguiram somente a infelicidade conjugal e sérios problemas finaneceiros.
Essas pessoas afirmavam o que Deus queria para a vida deles e o que Ele faria. No entanto, os projetos do casal só davam errado e os problemas cresciam.
Cansados de tantas revelações, decidiram dar um ponto final em tudo aquilo e chegaram a um templo da Igreja Universal. "Nós éramos de uma denominação religiosa. E, apesar de tantas revelações, nossa vida estava toda amarrada e nossos negócios parados há alguns anos", lembrou Rosana.

Não aceitava a IURD
Jaime começou a assistir à programação da Igreja Universal do Reino de Deus pela televisão. Mas, por estarem habituados às doutrinas da denominação religiosa em que estavam, Rosana achou difícil aceitar a IURD. No entanto, o desejo de que as coisas mudassem foi maior do que qualquer costume e os dois se lançaram na Fogueira Santa de Israel, momento em que os participantes da campanha realizada pela Igreja Universal se revoltam contra a miséria, dívidas, falência, problemas familiares, doenças, entre outros infortúnios e manifestam a fé. E assim o casal fez.
Agora, sem qualquer interferência, somente com o direcionamento do Senhor Jesus, o resultado da Fogueira Santa começou surtir efeito na vida do casal gradativamente. "Nossa vida mudou muito. Somos uma família próspera. Nossos três filhos estão na faculdade graças à Fogueira Santa. Temos casas, duas empresas - um hotel e uma lavanderia -, uma fazenda, loteamentos, cinco carros particulares e ainda outros dez carros à venda. A Fogueira Santa é a oportunidade de mudança que Deus nos dá", contaram.
Esse artigo foi retirado do Jornalzinho da Universal. Em que consiste esse "invangelho" inescrupuloso? Porque usar o nome de Deus em vãs articulações e movimentos de manipulação de massa? Extraindo das pessoas o sangue, a alma e a fé para no final requerer a única coisa que buscam: dinheiro!
Insisto para que repensem seriamente o nome de Igreja Universal do Reino de Deus para Empresa Universal do Reino de Mamom. É sério, ficaria muito mais condizente...

Um comentário:

  1. Concordo em gênero, numero e grau..

    Empresa universal.. ficaria bem melhor...


    abraços.

    marck

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs