25 de jan de 2008

Isso, não é exemplo (1)

SÃO PAULO - Sônia Hernandes, mais conhecida como bispa Sônia, fundadora da Igreja Renascer, se apresentou nesta segunda-feira à Justiça americana. Ela foi encaminhada para uma penitenciária, onde vai cumprir 140 dias de prisão em regime fechado. Sônia e o marido, Estevam Hernandes, também fundador da Renascer, foram presos nos Estados Unidos no dia 9 de janeiro de 2007, quando tentaram entrar no país com US$ 56 mil escondidos em uma bolsa, em uma Bíblia, em um porta-CDs e na mochila do filho. Pela lei americana, eles deveriam ter informado que iriam entrar com mais de US$ 10 mil no país.

No último dia 17 de agosto, os dois foram condenados pelos crimes de crimes de conspiração e contrabando de dinheiro. O casal foi condenado à reclusão, seguida de cinco meses de prisão domiciliar.A Justiça dos Estados Unidos determinou que a reclusão fosse cumprida primeiro por Hernandes e depois por Sônia, para que os filhos do casal não ficassem sem os dois responsáveis em casa. Hernandes deixou a prisão pouco antes do ano novo e já cumpre prisão domiciliar. Segundo a assessoria de imprensa da igreja, Sônia estava "espiritualmente preparada para cumprir a pena".

Além dos 140 dias de reclusão e cinco meses de prisão domiciliar, os fundadores da Renascer ainda terão de cumprir outros dois anos de liberdade condicional, com apresentações periódicas à Justiça americana. Eles também foram condenados a pagar multa de US$ 30 mil.


Pregação

Hernandes voltou a pregar logo depois de sair da prisão. Na noite do dia primeiro de janeiro, o casal apresentou um culto de Ano Novo via satélite. Cerca de cinco mil pessoas participaram da transmissão na sede da igreja, na Rua Lins de Vasconcelos, na zona sul da capital. Segundo a assessoria da Renascer, entre os participantes estava o meia Kaká, da seleção brasileira, considerado o melhor jogador do ano pela Fifa. De acordo com a igreja, o jogador deixou a taça que recebeu da Fifa na igreja e atribuiu a conquista a Deus. O programa foi transmitido para outras 25 igrejas da Renascer.

No Brasil, o casal teve vários bens bloqueados pela Justiça. Eles são acusados, pelo Ministério Público, de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, falsidade ideológica e estelionato. Calcula-se que o patrimônio do casal seja de R$ 19 milhões, incluindo casas de luxo em Miami e no Brasil, além de um haras com 200 cavalos da raça manga-larga. Nesta segunda-feira, um acordo entre os réus e a secretaria estadual da Fazenda suspendeu um processo por sonegação.

O Ministério Público investiga também a formação de uma organização criminosa com o dinheiro doado pelos fiéis. Mais três sócios do casal respondem a processo. O casal teve a prisão preventiva decretada no Brasil e a Justiça já pediu a extradição dos dois e o processo está em avaliação nos Estados Unidos. A Justiça americana, no entanto, determina que eles cumpram a pena no país.

Fonte: O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs