17 de jan de 2008

O que é a pílula vermelha?

Me perguntam com frequência "o que é pílula vermelha?" quando acessam o blog. Para os plugados em tecnologia e informática, que são também fãs do cinema, e que possuem um senso crítico e reflexivo, creio que não fica dificil entender a analogia emprestada do filme Matrix.

Contudo, para os que não tem a mínima idéia do que seja a pílula vermelha posto aqui um pouco a respeito. Há muita filosofia envolvida no filme (pra quem não assistiu recomendo) que nos faz questionar a nossa realidade, a razão, a percepção, o objeto, o subjeto, a crença, o credo, o mito, a religião e o mundo como o vemos. No filme vemos o seguinte cenário: o mundo é uma construção programada pelas máquinas para manter os humanos escravos dessa ilusão, a Matrix. De forma a mante-los vegetativos e usá-los como fonte de energia. Existem alguns poucos humanos livres que lideram um movimento de revolução e despertamento das pessoas que ainda estão presas na Matrix. E que lutam com as máquinas, e as vezes dentro da própria Matrix com agentes (softwares caçadores de intrusos ou pessoas livres), para subjugarem a dominação das mesmas sobre os humanos.

Um dos líderes de um grupo da rebelião chamado Morfeu acredita que Thomas Anderson, um hacker de apelido Neo, ainda preso na ilusão da Matrix é o possível Escolhido para libertar as pessoas do domínio das máquinas, segundo uma profecia. Neo é uma pessoa mórbida e que tem a impressão de que alguma coisa está muita errada na sua vida. É um questionador, um inconformado com a realidade. Morfeu faz contato com ele dentro da Matrix e procura convence-lo de que ele é um mero escravo de um Sistema bem elaborado para o manter crente de que tudo está normal. No processo em que Morfeu tenta abrir o entendimento de Neo a respeito de toda a ilusão em que ele esta inserido, Morfeu oferece a Neo um momento decisivo na busca da verdade. É onde segue o seguinte diálogo:

Morfeu: Você a sente quando vai para o trabalho quando vai à igreja, quando paga seus impostos. É o mundo que foi colocado diante dos seus olhos para que você não visse a verdade.

Neo: Que verdade?

Morfeu: Que você é um escravo. Como todo mundo, você nasceu num cativeiro, nasceu numa prisão que não consegue sentir ou tocar. Uma prisão para sua mente. Infelizmente, é impossível dizer o que é a Matrix. Você tem de ver por si mesmo. Esta é sua última chance. Depois não há como voltar. Se tomar a pílula azul, a história acaba, e você acordará na sua cama acreditando no que quiser acreditar. Se tomar a pílula vermelha ficará no País das Maravilhas e eu te mostrarei até onde vai a toca do coelho. Lembre-se tudo que ofereço é a verdade. Nada mais.

Quando me convenci de que algo estava muito errado na minha vida também tive a mesma postura de Neo. Tomei a pílula vermelha! Decidi questionar meus dogmas, minhas crenças, minhas razões, meus motivos, minhas tradições, minhas liturgias, minhas idéias, meus conceitos, a História, a Religião, a vida e o mundo que vejo. A pílula vermelha tem haver com a verdade. E mesmo que todo esse processo doa estou disposto a não me submeter a nenhum sistema instaurado, tanto secular quanto religioso, psicológico ou espiritual. Questiono primeiro a minha verdade, a minha razão, a minha moral e a minha ortodoxia.

Me lanço nessa busca pela verdade como nas sábias palavras de meu primo Daniel Babugem da banda Fadário: "Reencontrando a verdade além das quatro paredes da mediocridade e da ostentação deste mundo, lindo lugar, pervertido lugar..."

Estou disposto a ser taxado, rotulado, marcado ou até mesmo ser lançado na fogueira da inquisição evangélica e de qualquer outro sistema elitista e exclusivista que possa se interessar em enforcar-me. A pílula vermelha diz respeito a boa notícia de Jesus. E quando você a engole em detrimento de todo o conforto e comodismo que se perde por enxergar com uma mente livre, você então defronta-se pessoalmente com Jesus.

Para Nietzsche a verdade é um ponto de vista. Ele não define nem aceita definição da verdade, porque diz que não se pode alcançar uma certeza sobre isso.O primeiro problema para os filósofos é estabelecer que tipo de coisa é verdadeira ou falsa, qual o portador da verdade (em inglês truth-bearer). Depois há o problema de se explicar o que torna verdadeiro ou falso o portador da verdade. Há teorias robustas que tratam a verdade como uma propriedade. E há teorias deflacionárias, para as quais a verdade é apenas uma ferramenta conveniente da nossa linguagem. Desenvolvimentos da lógica formal trazem alguma luz sobre o modo como nos ocupamos da verdade nas linguagens naturais e em linguagens formais.Há ainda o problema epistemológico do conhecimento da verdade. O modo como sabemos que estamos com dor de dente é diferente do modo como sabemos que o livro está sobre a mesa. A dor de dente é subjetiva, talvez determinada pela introspecção. O fato do livro estar sobre a mesa é objetivo, determinado pela percepção, por observações que podem ser partilhadas com outras pessoas, por raciocínios e cálculos. Há ainda a distinção entre verdades relativas à posição de alguém e verdades absolutas.Os filósofos chamam qualquer entidade que pode ser verdadeira ou falsa de portador da verdade. Proposições, frases, afirmações, idéias, crenças e opiniões podem ser considerados portadores da verdade. Assim, um portador da verdade, no sentido filosófico, não é uma pessoa, ou Deus.Para alguns filósofos, alguns portadores da verdade são primitivos, e outros derivados. Filósofos dizem, por exemplo, que as proposições são as únicas coisas literalmente verdadeiras. Uma proposição é uma entidade abstrata a qual é expressa por uma frase, defendida em uma crença ou afirmada em um juízo. (Nossa capacidade de apreender proposições é a razão ou entendimento.) Todas essas manifestações da linguagem que são ditas verdadeiras apenas se expressam, defendem ou afirmam proposições verdadeiras. Assim, frases em diferentes línguas, como por exemplo o português e o inglês, podem expressar a mesma proposição. A frase "O céu é azul" expressa a mesma proposição que a frase "The sky is blue". Já para outros filósofos proposições e entidades abstratas em geral são misteriosas, e por isso pouco auxiliam na explicação. Por isso tomam as frases e outras manifestações da linguagem como os portadores da verdade fundamentais.

Independente do que explanam filosoficamente ser a verdade, tomar a pílula vermelha significa conhecer a Verdade. Não um portador da verdade. Mas, antes a encarnação da Verdade.

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez…

E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai. (João 1:1-10,14)

Jesus é o centro de todas as "verdades" - CRISTOCENTRISMO -. Tudo tem que ser colocado diante da sua Boa Notícia e da demonstração de sua vida.

"A corrente de ferro da Verdade, que nós (homens) qualificamos de invariável, nos mantém cegos em um círculo vicioso. Tecnicamente pode-se ter razão nos fatos e, no entanto, estar-se eternamente equivocado na Verdade" (Operação cavalo de Tróia 3 - J.J.Benítez).

Devemos parar de temer a Verdade. A Verdade é nossa amiga e nossa aliada. "O Homem permanece no recanto das trevas por medo que a luz da Verdade lhe faça ver coisas que desmoronariam as suas conjecturas" (OVNIs: S.O.S. à Humanidade - J.J.Benítez). Na busca intelectual de fatos e verdades, devemos ser honestos com nós mesmos.

Jesus disse que é a Verdade... então é Ele quem deve confrontar nossos dogmas, tradições, filosofias e crenças colocando-os à prova diante do que Ele absolutamente É!

Tomar a pílula vermelha é decidir ir até o fim, atento para o Autor e Consumador da fé, nunca o perdendo de vista - pelo menos não por muito tempo se possível - indiferente aos dedos em riste e as acusações dos "fariseus" e dos "portadores e senhores da verdade". É conhecer a Verdade e ser liberto (João 8:32 veritas liberabit vos - Vulgata) e entender que foi para a Liberdade que Cristo nos libertou (Gálatas 5:1) porque "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (João 8:36).

Quando conhecemos a Verdade somos libertos da escravidão e do jugo do pecado. Tornamo-nos, então, filhos de Deus. E livres de toda ilusão dos homens e deste mundo somos chamados cada um de nós a liderar uma rebelião contra o pecado. Quando digo pecado não me refiro a argumentações simplórias e retóricas maçantes: isso é pecado, aquilo também é, etc. Mas, o pecado instalado em nossa natureza que permite que sejamos egoístas e egocêntricos, ignorantes e negligentes, conformados e conformistas, acomodados e alienados, hipócritas e enganosos e tudo que impede de sermos sal e luz da terra. É lutar contra o pecado de não amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos e contra os sistemas que estampam em seus discursos essa temática e camuflam toda a perversidade que corrói a humanidade através da guerra, da fome, do consumismo, do capitalismo, do individualismo e da falta de Amor. É radicalmente fazer - ou ao mínimo tentar - a diferença para as pessoas, a sociedade, indiferentemente de religião, status ou circunstância.

Você pode escolher tomar a pílula azul e voltar a não se preocupar com questões controversas, polêmicas e difíceis. Continuar frequentando seu culto e ficar quase duas horas ouvindo um cara gritando num púlpito, ou participar da ladainha da missa, ou fazer suas reuniões metódicas e religiosas, sem causar efeito algum para os pobres, cativos e oprimidos. Sendo uma pessoa boa e honesta que acha que tudo está bem e normal. Ou pode tomar a pílula vermelha e ser enviado como ovelha no meio de lobos. Ser alvo de críticas e chocarrices de pessoas de várias vertentes. Tomar a sua cruz dia-a-dia e renunciar ao comodismo, ao conformismo, ao consumismo, ao individualismo e tudo que lhe impede de ser luz para os que estão nas trevas. Você pode conhecer a Verdade...

É isso aí, tomei a pílula vermelha e agora sou livre.

Ainda não entendeu? Leia estes textos relacionados abaixo:

E se a igreja fosse uma Matrix?
Desconstrução
Tomei a pílula vermelha
Não procuram "i"grejas que te acolham
Entrevista com Thiago Mendanha
Tomou a pílula vermelha
Alguém que tomou a pílua vermelha
Cansada da cartilha

18 comentários:

  1. É impressionante como você, que parece ser tão lúcido, ser convencido pela ideologia cinematográfica!!!

    Apenas deixou de "escravizar-se" numa coisa, para escravizar-se em outra!!!!

    ResponderExcluir
  2. É, e você? Isso me lembra uma tirinha que postei certa vez, essa aqui: http://bp1.blogger.com/_e4A6byWhL1I/R86STTece3I/AAAAAAAAAVQ/DU5xbqu1IC4/s400/caixanacaixa.jpg

    ResponderExcluir
  3. Boa Thiago, a religião continua cegando milhões, que acham que servem a Cristo, quando na verdade servem a dogmas, bulas, tradições de homens, esquecem que Jesus chamou de guias cegos a nata da religião que sabia a bíblia de cor, mais apenas cultuavam a letra com técnicas intelectuais como hoje e não conheciam a palavra de Deus, viva, eterna que se discerne espiritualmente, Paulo em Filipenses 3 deixa claro que tomou a pilula vermelha e deu descarga na religião, fico muito triste de ver pessoas enganadas com o cristianismo historio fundando por Constantino, perdendo tempo tentando reformar ou salvar o Jesus jamais criou. O evangelho não é uma religião. Abraços Mano querido continue crescendo na Graça e no conhecimento do Jesus dos evangelhos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Thiago,

    Estou passando para desejar um feliz 2009, e aproveito para parabenizá-lo pelo blog. Tomara que no ano de 2009 muitos outros jovens decidam tomar a pílula vermelha, rs...

    Você deve saber que eu não concordo com tudo que leio por aqui, mas também não exijo subserviência de quem quer que seja às idéias expostas lá no Pulpito. "Posso não concordar com tudo que você diz, mas defendo até a morte o seu direito de dizê-lo" (Voltaire). Em geral, as idéias desse blog são bacanas.

    Ficou legal o novo visual do blog. Também gosto do preto, mas fica muito difícil para ler e navegar. Acho que o novo visual está muito melhor, por razões mais pragmáticas do que estéticas.

    Um abraço pra você e até mais...

    Leonardo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Leonardo,

    Agradeço muito o carinho, e desejo-lhe um ano novo repleto da Graça de Cristo.

    Bom, saiba que fico mais feliz em saber que você tem senso crítico e sabe reter o que é de proveito em tudo que absorve. E que mesmo não concordando com algumas coisas, continua abrilhantando o blog com suas visitas. Isso para mim é gratificante e nos leva a crescer em conhecimento mutuamente.

    Cara, também gosto muito do preto, mas a galera tava reclamando de forçar a vista para ler o blog, rs. Principalmente os mais velhos. =)

    Forte abraço, brother!

    ResponderExcluir
  6. Confessa que é dessa pílula que você toma: http://www.youtube.com/watch?v=4qRP_rg3u2Y

    HAHAH

    Abraços Thiago! ;)

    ResponderExcluir
  7. Estou lendo seus textos e me identificando com eles. Você escreve o que eu gostaria de ter a facilidade para expressar. Mas, fazer o quê? Dom é dom, e esse eu não tenho. Parabéns mano! O Senhor continue em você!
    Abraço! David.

    ResponderExcluir
  8. Oi, David... que bom que encontrou com o que identificar-se por aqui. É bom saber que não estamos sozinhos... ou que no mínimo temos parceiros de Caminho. ;-)

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  9. Thiago, entendi a filosofia da pílula vermelha; concordo plenamente com ela... porém uma dúvida: de que lado vc está? não se ofenda com a pergunta. Onde vc está em referencia ao cristianismo? não ao que pregam por ai mas ao verdadeiro cristianismo... porém se vc quiser ir mais além e conhecer os detalhes desta "matrix" e resposta para as suas dúvidas te indico um livro que está em mp3... http://www.navegamp3.org/2009/05/14/os-protocolos-dos-sabios-de-siao/ O desvio da verdade realmente faz parte da "matrix"... e vai piorar... qualquer coisa meu email é diephe@hotmail.com Boa sorte na "matrix"...

    ResponderExcluir
  10. Bem bacana a sua analogia com filme Matrix....e eu já tinha sacado q esse nome só poderia vir do Filme....rs
    Parabens pelo blog......

    ResponderExcluir
  11. Cara eu sou cristão, não só “freqüento” uma IGREJA, como me envolvo e desenvolvo ações que ajudam o mundo,questiono muitas coisas, me movo para MUDAR muita coisa também, pensamentos religiosos, quebrar dogmas, doutrinas, também desenvolvo projetos sociais, culturais, enfim, tenho conseguido, pessoas tem vivido a essência que Jesus me ensinou, o mais importante o AMOR.

    O Amor que entende que nem todos são perfeitos, que muitos pensamentos ainda são limitados, que igreja ainda tem manchas e maculas, mas este mesmo amor é o que busca a perfeição, que busca alargar o entendimento, que muda.

    Com certeza você freqüentou alguma igreja, e com certeza você já tem opinião formada sobre elas (que você chama de instituição), sobe pastores (que você disse que odeia), mas repito: podemos generalizar?

    É fácil se revoltar, sair e fazer o que quer da vida, ser pastor de si mesmo? O difícil é mudar o local onde você esta?

    Tomar a pílula é fácil.
    Eu decidi MUDAR.

    O que são algumas criticas relacionada a erros humanos contra os incontáveis benefícios de pessoas que tiveram a vida totalmente transformada através da IGREJA.

    Igreja são pessoas, pessoas não são perfeitas, você não é perfeito.

    *preste atenção: quando digo transformada, eu não estou me referindo a pessoas que são enganadas, manipuladas, mas pessoas como EU que iam morrer e estou vivo, pessoas que eram viciadas e são libertas, e simplesmente pessoas que não tinham motivo de viver e hoje tem.

    ResponderExcluir
  12. Cara adorei a comparação do matrix, mas acho que você ainda não sofreu todas as conseqüências desta pílula, ir ate as ultimas conseqüência deste processo e enxergar que existem verdades intragáveis, as vezes não suporto a mim própria concepção da realidade, é de um pessimismo insuperável. Só por graça mesmo! E pra ser honesto nem todos podem tomar esta pílula, devem ficar na inocência do estado adâmico antes da queda. Ou seja, devemos respeitar o entendimento dos simples, não desejo este “mau” pra ninguém, rsss

    ResponderExcluir
  13. Eu tomei a pílula vermelha a alguns anos e sei exatamente o que diz o mano Tiago. Porém, para mim é complicado! Tenho de ficar conciliando as duas coisas: a liberdade e a prisão (tomei a pílula mas preciso ficar plugado na Matrix). Isto se dá porque tenho uma família e esta vive na "Matrix".

    Faço votos que mais e mais pessoas sejam levadas a tomar a pílula vermelha e que o mano Tiago consiga, imitando o Morfeu, ajudar essas pessoas a enxergar sua situação.

    Abraços Tiago.

    ResponderExcluir
  14. É bom saber e testemunhar de que ainda existem seres pensantes entre nós, cristãos! Que a graça e a paz de Cristo estejam sempre com Você !

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  15. Teve um anônimo comentando um pouco acima e perguntou qual o seu lado. Já resolveu? Até quando vai ficar com esse papo de "menos instituição e mais verdade", "espiritual mas não religioso". Tem coisa melhor para se preocupar e comentar.

    Está preocupado com o evangelho que vêm sendo ensinado? Que tal lutar pela mensagem original e direta?

    E no fim é isso mesmo cara... Ví que você leu o Chesterton.. então termino com uma frase dele

    "Vai duvidando.. questionando.. duvidando.. vai chegar a hora que irá duvidar de si mesmo!"

    Aí talvez você volte ao primeiro amor.

    Lucas Costa

    ResponderExcluir
  16. cara...eu to numa guerra...ta foda, mas to aguentando, o demonio faz tudo, tenta de tudo, com fé em deus esse mundo vai se transformar, tenho poderes alem da imaginaçam, posso até ser neo, não sei, só msei que estou sendo caçado até a morte, estou num cativeiro, um labirinto que criaram, pelos meus poderes, sou muito perigoso a eles, acho que vc sabe dos poderes deles, os bicho na barriga, a telepatia, o controle sobre as maquinas, até as porra dos animais!a rapidez, de pensamento, e do corpo, porra!ta foda!tem vozes em todo lugar, eu sei que são eles!sei tudo deles!!!vou sair como ezquizofrenico nessa mensagem, "enquanto freud explica o diabo da os toque"desculpe até se lhe constrangi, ou sei lá, mas to desesperado!vou até o fim!seja qual for!posso morrer de maneiras, inimaginaveis!já fui ameçado de todas maneiras!mas tenho fé absoluta!!!!enfim...vamos acordar essa galera que vive da logica da ciencia, da religiâo, e toda merda que agente tem que engolir, pra ir direto pro abismo,viva a resistencia!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  17. porra!tão tentando bloquear minha mensagem

    ResponderExcluir
  18. A mente que se abre para uma nova ideia jamais retorna ao seu estado original!!!!!

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs