26 de fev de 2008

Mais uma vitória de envergonhar

Como se já não bastassem nossas "ótimas" posições nos rankings da desigualdade social, da criminalidade e da corrupção, agora tem mais este: os usuários de internet no Brasil são os que mais acessam sites de pornografia, segundo uma pesquisa encomendada pela empresa de tecnologia Symantec (e divulgada pelo G1), que fez uma radiografia dos hábitos de mais de sete mil internautas em oito países. Segundo o levantamento, 55% dos internautas brasileiros visitam páginas com conteúdo pornográfico quando estão online. Os chineses aparecem em segundo na listagem, com 51%. Os britânicos e alemães, com 35%, são supostamente os que menos procuram sexo pela rede. O estudo investigou os costumes de 4.687 adultos e 2.717 crianças nos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália, Alemanha, França, Brasil, China e Japão.

A internet é uma grande invenção e tem se provado um excelente meio democrático e acessível de informação. Mas há o outro lado da moeda: o fácil acesso a conteúdos que são puro lixo e poluem a mente. Por isso mesmo, é preciso adotar políticas de segurança (objetividade, seriedade, pureza de propósitos, etc.) quando se nevega pelas ondas do ciberespaço, a fim de que não nos percamos em "águas turvas".

Fonte: Michelson Borges.

Um comentário:

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs