10 de abr de 2008

Fundamentalistas Mórmons pregam poligamia

A Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Último Dias, que é uma variação da conhecida Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, é uma seita acusada de abuso de garotas em um rancho do Texas. Warren Jeffs, líder da seita, foi condenado a 10 anos ano passado por ser cúmplice de um estupro, após forçar uma menina de 14 anos a casar com seu primo.

A seita de Jeffs prega que o homem deve se casar com no mínimo três mulheres e as mulheres devem ser submissas aos homens para alcançar a salvação.

A ‘original’ Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem mais de 13 milhões de membros, mais de 1 milhão só no Brasil e mais 35 mil em Portugal. O patriarca e fundador da igreja Joseph Smith adotou a doutrina da poligamia por revelação divina nos primórdios da igreja, 60 anos mais tarde Wilford Woodruff, presidente da igreja na época mudou a doutrina original também por revelação divina abolindo a poligamia.

A poligamia é prática ilegal nos Estados Unidos, no Brasil e na maioria dos países ocidentais.

Fonte: BBC [via Ateus do Brasil]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs