25 de abr de 2008

O padre realmente está "Lost"

Buscas ao padre desaparecido no mar continuam
O delegado da Capitania dos Portos de São Francisco do Sul (SC), comandante Lopes Viana, afirmou nesta sexta-feira que ainda não há uma previsão para o término das buscas ao padre Aderli de Carli, que desapareceu no domingo quando voava pendurado a mil balões de gás. Segundo Viana, enquanto permanecerem as buscas, a Marinha manterá a esperança de encontrar o padre com vida.

"Não há nenhuma posição oficial em relação ao término das buscas. Enquanto permanecerem as buscas, há esperança", afirmou.

Viana explicou que a Aeronáutica não participa mais das operações porque a procura agora está mais concentrada nas regiões próximas ao litoral.

"Inicialmente as buscas estavam sendo realizadas em pontos mais afastados da costa, onde o emprego da Aeronáutica era essencial. Agora, elas se concentram em regiões mais próximas ao litoral, que podem ser cobertas por um helicóptero".

Além do helicóptero, a Marinha ainda mantém dois navios cobrindo o litoral. De acordo com Viana, aproximadamente 90 pessoas estão permanentemente no mar procurando vestígios do padre.

O comandante disse ainda que embora em gravações o padre tivesse dito que não sabia usar o GPS, até momentos antes do seu desaparecimento o equipamento estava funcionando.

"Pelas gravações, ele realmente não sabia utilizar, mas quando foi acionado aqui em São Francisco, ele estava informando posições de latitude e longitude, ou seja, o padre estava efetivamente empregando o GPS".

Da Agência O Globo [via Pernambuco]

P.S. Depois do ibope que o padre proporcionou, seguido de críticas, zombaria e muito escárnio na internet, quanto ao seu grande feito "inconsequente" e "inútil" (cada um é dono do próprio nariz), parece que o padre está realmente "Lost". Deus tenha misericórdia, e o padre seja encontrado são e salvo, para aprender alguma coisa com a brincadeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs