17 de jun de 2008

Vida...

Bom, a vida é motivo de discussão por diversas vezes e, em inumeráveis ocasiões. Falamos da vida! Vivemos a vida! Passamos pela vida! Gostamos da vida! Odiamos a vida! Queremos a vida! Outrora não queremos a vida!

Para uns a vida é uma dádiva, para outros um fardo. Alguns pensam ser um "mal" necessário. Chamam-na de palco! De ringue! De arena! De campo! Algumas pessoas dizem ter ganho a vida! Outras dizem terem perdido a vida!

O que é vida para você? O que é vida para mim? O que é vida para todos nós? O que é vida para Deus?

Qual o objetivo mór da vida? Em que consiste o curso que compreende o nascimento, o crescimento, a reprodução e a morte? É a vida apenas um conceito da Biologia? Ou é essencialmente muito mais trancendente?

Será que sou apenas um simples ser que está aqui por acaso "vivendo" conforme a natureza me leva a viver? Acaso sou eu parte de alguma coisa mais importante que envolve o conceito de vida?

Uma das perguntas mais famosas é sem dúvida alguma: "Qual o sentido da vida?"

Eu tenho a ligeira impressão que apenas alcançamos a resposta mais paupável para esta pergunta quando no final da nossa vida! A idéia de vida cresce paralelamente com o modo como a vivemos. De maneira que conforme eu cresça e vá assimilando o mundo a minha volta, vou criando a minha idéia do que é a vida!

Diante disso, explica-se tantas conclusões sobre esta que é, se não a maior dádiva que temos, sem dúvida é "algo" totalmente digno de se dar a maior importância: a vida.

Tenho tentado compreender na medida do possível, o que é vida. Percebo que é necessário que eu tenha uma boa e limpa idéia quanto a isso. Afinal, coisas que considero de suma importância na formação do que eu sou, fazem inerência aos conceitos de vida.

O próprio Jesus, é para mim, Vida. Mas, o que entendo por vida? Se entendo que é algo que não me vale a pena suportar, que é algo que não passa de um martírio incessante ou de algo que não me dê muito nos ânimos, com certeza causará uma inferência no modo como compreenderei Jesus!

As Escrituras dizem que Vida Eterna é conhecer Jesus, o Deus Único e Verdadeiro. Torna aí a exploração do termo vida. E vida eterna! Caso vida seja para mim coisa ruim, quanto mais eterna.

Há quem prefira a morte e arriscam nela de forma melancólica e poética. Não sei se compreendo bem a poesia da morte! Afinal, venho tentando encontrar romantismo e poesia na Vida. Porque tenho buscado vida e vida em abundância, que vem de Cristo Jesus, a própria Vida!

Assisti ao documentário A ponte. E me senti despertado para o real conceito de Vida para mim, para nós e para Deus!

E diante da idéia de vida abundante, lembrei que se nós tivermos vida que abunde em nós, que transborde de nós para as pessoas a nossa volta, talvez possamos transmitir o real conceito de vida para tantas pessoas que não encontram na vida, sentido algum, ou motivo algum para ainda continuarem vivas...

3 comentários:

  1. O Documentário A Ponte é muitooo bom kra

    Já assisti tb, indicação do Daniel.

    ResponderExcluir
  2. Oi Thiago!!!!
    Adorei o texto.... hj meu dia vai estar mais completo e já tenho algo pra meditar no meu devocional!!!!

    Grande Bjo!!

    Deus abençoe sua vida!!!

    ResponderExcluir
  3. Ótimo priiiimo...
    Vou refletir melhor

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs