30 de jul de 2008

Não está mais Lost

Corpo do padre voador foi encontrado Adelir Carli no dia em que desapareceu suspenso em mil balões
AP
Adelir Carli no dia em que desapareceu suspenso em mil balões

Foi encontrado o corpo do padre brasileiro que em Abril desapareceu no céu, depois de levantar voo agarrado a mil balões de gás hélio. Os exames ao ADN, divulgados ontem, confirmaram que os restos mortais avistados por um rebocador, no litoral do Rio de Janeiro, são de Adelir Carli.

No dia 20 de Abril o padre de 41 anos levantou voo de Paranaguá suspenso em balões coloridos com o objectivo de bater um recorde: permanecer 20 horas no ar. Equipado com roupa térmica, capacete e um pára-quedas, Adelir desapareceu no céu ao fim de cinco horas, com o mau tempo a arrastá-lo em direcção ao mar de Santa Catarina.

As buscas nunca chegaram a ser bem sucedidas e o padre acabou por ser dado como desaparecido, até ao início deste mês, quando um rebocador da Petrobras avistou um corpo no mar, com a mesma roupa e a mochila do dia do seu desaparecimento. Encaminhados para o Instituto de Medicina Legal de Macaé, os restos mortais foram sujeitos a testes de ADN e os resultados divulgados ontem não deixam dúvidas: trata-se de Adelir Carli.

Homenagens ao padre voador

O corpo foi também reconhecido pela família, que pretende agora "fazer um enterro digno". As cerimónias fúnebres deverão ter lugar em Ampere, localidade do Paraná onde moram os parentes de Adelir Carli. A Pastoral Rodoviária de Paranaguá, que era coordenada por Adelir, também já anunciou que vai prestar homenagens ao religioso após a chegada do corpo do Rio de Janeiro.

Embora tenha sido a última, esta não foi a primeira viagem do padre. A 13 de Janeiro deste ano partiu do Paraná rumo à Argentina suspenso em 600 balões. Com este voo, que se revelou fatal, Adelir pretendia angariar dinheiro para fundos destinados a acções da pastoral do Paraná, nomeadamente a celebração de missas nas estradas a camionistas.

Fonte: Expresso

P.S. O padre está concorrendo no site Darwin Awards onde a cada ano indivíduos póstumos disputam as mortes mais bizarras(leia-se ridículas) e que com suas façanhas acabam por melhorar a espécie...
Entrem lá e votem no The Balloon Priest e demos um voto de confiança num brasileiro que não desistiu nunca...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs