19 de jul de 2008

Porque tão sério?

Batman O Cavaleiro das Trevas, sequência de Batman Begins, não decepciona!
Sou um grande entusiasta das adaptações dos quadrinhos para a telona. É claro, que algumas não são tão boas quanto outras. Contudo, Homem-Aranha e Batman acertaram na receita.

Os elementos de sucesso, creio eu, são: ótimos roteiros com tramas relevantes e que de fato convencem, cenas bem trabalhadas, efeitos especiais de primeira, atores com feeling e, BUM!, temos um sucesso!

Batman O cavaleiro das Trevas está carregado de reflexões sobre moral, ética, bem e mal, certo e errado, antropologia e sociologia(e cara, acho o máximo filmes que nos dão essa oportunidade de viajar na filosofia) e, pra quem não curte muito o lado cult do filme, não esquenta... Tem muuuuita ação!

Heath Ledger arrebenta na interpretação do antagonista Coringa! Há muito tempo não vejo um vilão tão bem trabalhado num filme, desde o Dr. Hannibal Lecter... Imagine a frieza e crueldade deste acrescido de muito desatino e ecentricidade e temos o Coringa deste filme.

Não queria forçar uma analogia, mas, acho que podemos traçar um paralelo entre o Cavaleiro das Trevas e Jesus Cristo [rs]... Não acho conveniente entrar nos detalhes para não atrapalhar quem tenha a intenção de assistir ao filme... Logo, fica a nível de curiosidade!

Porque tão sério? Que tal pegar um cineminha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs