12 de ago de 2008

Cansada da cartilha

É estranho mas acho que a música do Legião nunca fez tanto sentido na minha vida: “Acho que não sei quem sou, só sei do que não gosto, nesses dias tão estranhos fica a poeira se escondendo pelos cantos, esse é o nosso mundo...”

Ontem percebi que minha vida fugiu de mim. Ontem pensei com mais força do que um dia eu pude sonhar em fazer, e o pior é que eu percebi que não sou mais senhora de mim. Hoje sigo uma cartilha de regras desnecessárias, feita por pessoas que não pensaram em mim no processo de criação. Me sinto parte de um jogo de fantoches onde as mãos não se preocupam se o fantoche está novo ou velho, se ele está bem ou mal, na verdade só se importam dele estar lá, a forma como isso acontece não importa...

Cansei da hipocrisia do “nossa, você sumiu...”, dos jogos de palavras que dizem que quem não aparece na igreja simplesmente não existe mais no mundo de quem a freqüenta. Cansei das perguntas de “Tudo bem?” sem querer ouvir a resposta... cansei de ser quem eu nunca fui e tentar ser quem achei sinceramente que era melhor eu ser.

Infelizmente descobri que grande parte das mudanças que esse ambiente fez na minha vida não foram boas. Aprendi, amadureci e conheci mais de Deus sim, mas tenho descoberto que, além disso, foram colocadas em mim coisas que Deus nunca quis que viessem no pacote.

Ainda não sei ao certo o que fazer para mudar isso tudo. Não sei sequer se consigo voltar a ser a pessoa agradável, com assuntos variados, com amigos que ligavam, nem que fosse para dizer que brigaram com o pai, para contar que o carinha que ela estava a fim ligou, ou nem mesmo precisava ligar, porque eu estava lá... Eu quero voltar a fazer parte da minha vida, voltar a tomar as decisões, mas principalmente, eu quero voltar a ter a minha vida.

E não venha com espiritualidade morta pro meu lado dizendo que “Deus tem que conduzir sua vida” porque eu sei disso e sei também que é Ele que o deve fazer e não os donos da igreja.

Cansei de esperar por dias melhores, no que depender de mim eu vou começar a compor os dias melhores da minha vida. E se você acha que isso não é de Deus, me perdoe, mas é problema seu com Ele. O meu problema Ele já me mostrou como eu devo resolver.

Tomei a decisão de redescobrir quem eu sou, às vezes criar um novo eu (porque sinceramente não sei se consigo mais voltar ao que eu era) sei que não vou mais ser parte da poeira que fica se escondendo pelos cantos, esse não é mais o meu mundo...

Mônica Antonialli, esposa do grande brother César Chagas no Infinita Highway.


P.S. É incrível como nesses últimos tempos as pessoas tem despertado para uma autenticidade que foge das amarras eclesiásticas. No fim de semana passado estivemos(meu primo Daniel, sua esposa, minha Princesa e eu) na casa de um pastor, grande amigo nosso, que foi vítima do sistema para o qual dedicou com ardor toda a sua vida e sua família. Eu mesmo presenciei e vivenciei a última cachorrada que fizeram(a "i"greja) com ele e a família em nome de uma ordem, de uma convenção, de uma cartilha, de um estatuto e de uma sórdida e ignorante pretensão religiosa. Já conversamos bastante a respeito! Já desabafei com ele minhas peripécias espirituais e minhas revoltas com as coisas que vivi na "i"greja nos últimos anos. E, enfim, o indaguei: Porque você ainda insiste numa coisa que sabe que vai acabar lhe esvaindo espiritualmente, financeiramente e emocionalmente? Num sistema que já provou por a + b que não compactua com o Evangelho de Cristo Jesus? Se ainda deseja ser "pastor" nesses moldes, sabe que ou continuará atrofiando seus dons como cuidador de outros ou deverá trilhar o mesmo caminho que os "grandes homens ungidos de Deus"? Marcamos uma reunião para orarmos até a madruga, assistir Nooma, comer(ceiar), jogar papo pro ar e celebrarmos a alegria de Cristo!!!A pílula vermelha tá correndo solta...

3 comentários:

  1. Grande Thiago!!!

    Cara... o desabafo da minha esposa é também meu. Graças a Deus que ela é mais livre e por isso escreve tão melhor!

    Mas também estou repleto desse sentimento de querer reconstruir algo do nada!

    Vamos em frente! E haja pílula!!!

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida espero que possamos encontrar essa liberdade em Cristo vista através de momentos de congratulação como ficar assistindo um filme comendo alguma e conversando sobre tudo... ah a graça divina...

    ResponderExcluir
  3. Meus Deus, como ela conseguiu escrever exatamente o que está dentro do meu coração?!!!
    Mônica, vc é a minha alma gêmea, rss...
    Obrigada por transformar em palavras, tudo o que minha alma não conseguia...
    E obrigada ao Thiago por fazer o papel de Morfeu ( me oferecer a pilula vermelha), e ainda tem gente que diz que o Thiago não faz para o Reino!!

    Márcia Pinho
    Glória ao Nosso Senhor.

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs