2 de set de 2008

Eu xingo, você ora...

Conta-se a história de um homem que perdeu a compostura e soltou palavrões na presença do seu pastor. Depois de um silêncio embaraçoso, ele olhou envergonhado para o pastor e disse: "Ah! tudo bem, pastor. Eu xingo um pouco, você ora um pouco, mas nenhum de nós leva isso muito a sério mesmo...".
Dallas Willard em A conspiração Divina, p.223

3 comentários:

  1. Olá, boa noite...
    Curto muito o seu blog. Ele está na lista daqueles que tenho que dar pelo menos um click por dia... Bons textos.

    Vejo que você as vezes replica alguns textos de outros blogs, vi uns textos legais em dois blogs que abri a partir dos seus links: Stay Freak e Liberdade pela graça, parece que seguem quase a mesma linha de raciocinio... muito bons textos também. Acredito que você pode replicar alguns.

    Um abraço
    Érica

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh o link ta errado do blog Stay Freak... o endereço correto é www.stayfreak.blogspot.com

    Abçs
    Erica

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs