23 de set de 2008

O que é ser crente hoje?


Durante muito tempo fomos taxados de excêntricos, retrógrados e demais epítetos que caracterizavam basicamente um estilo de vida incomum para os padrões brasileiros de liberdade e religiosidade. Hoje somos só os crente, os bíblia, os hipócritas, os mentirosos.
Não defendo esta ou aquela denominação, não defendo a minha denominação, o que busco entender é porque estamos tão longe da simplicidade do Evangelho, não é preciso ser nenhum teólogo formado, para saber que o maior desejo de Cristo nas suas entrelinhas era de transformar nosso caráter deformado pelo pecado no caráter de Deus. Mas hoje o caráter é a ultima coisa a ser transformada.

Hoje ser crente é basicamente não ser católico e só! Medo de que? do diabo!? Nada temos medo dos outros crentes, dos "poderosos intocáveis", e, pelo medo, admitimos o pecado dentro da casa. Eu não pretendo ser mais correto, nem levantar a bandeira da santidade convencional, que já está hasteada, só acho que como vocacionado, engolirmos passivos todas essas mazelas hoje, amanhã certamente acordaremos desse sonho que é a "igreja avivada brasileira" (tudo minúsculo pois não é essa a Igreja Avivada de Deus), perceberemos que tudo não passou de folia e discursos vazios partidos de nós os que sabem o que fazer o bem mas não o fazemos.

Eu tenho dificuldades para entender a passividade que nós crentes temos de ser verdadeiramente crentes em determinadas situações, penso que as tais situações são motivadas por razões moralmente condenáveis em nosso Livro de Regra tão alardeadamente citado como orientador das nossas decisões no entanto,elas são fortes o suficiente para serem colocadas em um campo neutro do nosso crivo pseudo-moral evangélico.

Uma nova reforma está a caminho, o problema é que os reformadores ainda não se levantaram, e os crentes brasileiros, proponentes a essa reforma se dividem em dois grupos insossos:

Os que não entendem porque são crentes e agem como se não fossem um. Estes estão envolvidos por uma aura que os impede de sentir as dores que nunca deixaram de existir no mundo, e muito menos de se compadecer pelos que sentem essas dores. A vida gira em torno deles e não de Deus.
Os que sabem que são crentes, mas estão entorpecidos demais com tanta "benção" espiritual, tanto mover, tanto vento forte soprando sobre suas frontes, que não são capazes falar aos crentes do primeiro grupo que estão no caminho errado, pois tem medo deles se voltarem contra e perderem a "benção".

Texto de João Carlos [via Sol do Meio Dia]

P.S.: Cara, esse demôniozinho da Tasmânia ilustra muito bem "us crente" de hoje... nervosiiiinhos... [rs]

3 comentários:

  1. Enquanto você, Irmão em Cristo, abraça a luta de reformar a Igreja, e para isso denuncia e critica a Instituição, olhe no link abaixo do Correio Braziliense, matéria que saiu dia 24/09/08.
    http://www.correiobraziliense.com.br/html/sessao_13/2008/09/24/noticia_interna,id_sessao=13&id_noticia=34888/noticia_interna.shtml

    Enquanto essas coisas acontecem no centro do país, e do seu lado também, você, Irmão em Cristo com I maiúsculo, está defronte ao teclado brincando de ser cristão. Acho que a pílula vermelha era placebo.

    ResponderExcluir
  2. Paz, Thiago!

    Querido irmão, peço minhas desculpas por não ter visitadoseu Blog e respondido a você antes.
    Estou às voltas com problemas no Blogger, pois alguém denunciou meu blog como SPAMBLOG.
    Eu tinha seu antigo banner, mas ele deu "pau" e esteve por um bom tempo somente apracendo o espaço. Numa das "limpezas" que fiz deletei e não visitei o seu blog para pegar o novo código. Mil perdões, não foi minha intenção.
    Dê uma olhadinha no NC e veja que coloquei seu banner na primeira linha.
    Thiago, como ficou bom seu blog, cara! Eu queria saber como fazer para dar uma nova cara ao meu. exatamente com três colunas, só que com uma coluna maior no centro e as duas menores uma em cada lado.
    Tentei fazer mas, perdi todos os meus Widgets e "penduricalhos que tenho no blog... rsrsrsr
    Efetivamente não sei mexer nestes troços.
    Se puder me ajudar com algumas dicas: marcio.melania@gmail.com. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Caro, Anônimo

    ...primeiramente gostaria de dizer-lhe que não há necessidade alguma de comentar "sem identidade"! O espaço para comentários aqui, deixo aberto, tanto que não me preocupo em moderá-los. Sou muito maduro em relação à críticas... até gosto delas! Procuro aprender com elas... até insultos estão valendo por aqui! Acho democrático! rs
    Também acho chato lidar, ou responder a um "alguém" sem nome, mesmo que tal nome seja um fake, ou falso, o importante é poder ter a sensação de conversa multilateral. De pessoalidade, de coragem em expor opniões e responsabilidade quanto a elas!

    Pois bem, li a reportagem. Obrigado por nos mostrar. Fico triste demasiado com tal situação. E mais triste por tantas outras realidades demonstradas nos Telejornais, jornais impressos e eletrônicos! É de fato um mundo afundado em decorrência do Pecado! Mas, amigo Anônimo... não reinvidico para mim aparência de IRMÃO ou CRISTÃO... sou o primeiro a ter total ciência de que não o sou... Contudo, não sou indigno de denunciar o cenário esdrúxulo da cristandade... Se consigo enxergar, posso delatar... mesmo que não seja o maior Reformador... não, não o pretendo ser de maneira alguma! Aliás, Lutero o foi, mas, porque antes houveram outros cujo os nomes não constam nos anais da História da Igreja que prepararam-lhe caminho por suas vidas revolucionárias e inconformadas e suas mortes exemplares em quesito de ideologia!

    Também, não creio ser um destes que preparam o caminho para outro maior que eu... apenas sou um cristão inacabado no Caminho, que de uma forma ou de outra, mesmo diante de um teclado, procura fazer o que está ao seu alcance... ou que pensa estar ao seu alcance!

    Meu caro irmão, ainda sim, agradeço pela exortação! Isso me faz parar e refletir minha práxis cristã e me impede de entrar num círculo vicioso do qual sempre critico e denuncio! Sou-lhe muito grato... e mais, além da sua crítica que recebo de bom grado, peço-lhe mais. Peço-lhe um conselho de como ir além de "brincar de cristão" em frente o teclado! Espero poder aprender com seu exemplo...

    De seu "imperfeito" e "inacabado" irmão em Cristo! Thiago Mendanha

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs