7 de out de 2008

Comendo pizza com prostitutas e travestis


Projeto CAfé da MAdrugada mostra o amor de Jesus sem preconceitos. O momento foi todo especial, regado de boas conversas, muitas gargalhadas, deliciosas pizzas, amor cristão, oração e textos bíblicos “Estando Jesus em casa, foram comer com ele e seus discípulos muitos publicanos e pecadores”. (Mateus 9:10)

Foi na última quinta-feira (18/09) que o Projeto CAMA (Café da Madrugada) realizou a noite da pizza. Este projeto existe há quase um ano e meio e visa exclusivamente o resgate físico, emocional, social e espiritual dos profissionais do sexo (travestis e garotas de programa), através do compartilhar da Palavra de Deus e do amor de Jesus demonstrado – sem preconceitos - por seus missionários urbanos.

Depois de um tempo de oração na Igreja Evangélica Irmãos Menonitas do Jabaquara, os integrantes do CAMA saíram às ruas, por volta das 20h30, para encontrar com as pessoas que já haviam sido convidadas de antemão para o evento. O grupo tinha um total de 15 participantes, incluindo membros do projeto, profissionais do sexo e outras pessoas de comunidades distintas que têm apoiado o trabalho. Após chegarem em uma boa pizzaria da região, o momento foi todo especial, regado de boas conversas, muitas gargalhadas, deliciosas pizzas, amor cristão, oração, textos bíblicos e muitas fotos.Na ocasião, o pastor Neto (Igreja Cristã da Redenção) foi quem trouxe uma meditação intitulada O sonho de liberdade e, ainda, entregou algumas lembranças artesanais, feitas por ele mesmo, as quais serviram de ilustração para a mensagem trazida.

Outros membros de sua comunidade estiveram presentes e puderam compartilhar dos momentos agradáveis daquela noite.O evento foi encerrado com uma oração de agradecimento pela vida de todos os presentes e um pedido especial, de proteção, para essas pessoas que levam vidas tão difíceis e, como se não bastasse, sofrem o preconceito da sociedade, que se esquece de que Jesus também morreu por elas.

Pr. Renato de Oliveira (Igreja Ev. irmãos Menonitas do Jabaquara)
Fonte: Manonitas.net /Gospel + [via Sou da missionária]

P.S.: Me espanto com a simplicidade deste projeto... pela sua similaridade com o que Jesus fazia! Isso é ser testemunha de Cristo. Um ótimo exemplo de atitude demonstrada por um pequeno grupo de discípulos de Cristo dispostos a ser luz do mundo e sal da terra. Agora me fala qual dá mais resultado: mostrar comunhão, amor e aceitação convidando os excluídos para se juntarem à mesa? Ou fazer um MEGA EVENTO GOSPEL e sair distribuindo panfletinhos convidando os outros para irem assistir a um show de inutilidade pública dentro de um templo? Parabéns Pr. Renato de Oliveira... Deus seja com vocês!

3 comentários:

  1. Olá Thiago. Este projeto é espetacular.Faço parte de um projeto que se chama "anjos da noite".E acredita que trabalhar com pessoas que estão desesperados por alguem que os ouça tem sido muito enriquecedor para mim como pessoa.Que Deus possa abençoar esse trabalho grandemente.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom Thiago!!!!!!!!!!!!!!!
    Adoro isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Não tem forma melhor de mostrar o amor de Deus do q a própria forma dEle... a forma simples!!!!!!

    Amei o texto!!!!!
    Deus abençoe sua vida!!!!!

    Bjo

    P.S.Escrevi o comentário no texto errado... por isso vou repetir aqui tá?!! Sou lerda assim mesmo, liga não... kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Quer dizer então que PROSTITUIÇÃO virou agora "Profissão"? Sabe o que Jesus diria para estes "proficionais do sexo"? Vão e NÃO PEQUES MAIS!!! Claro, com muito amor e carinho, como você tanto enfatiza!
    O que transforma vidas é o evangelho de Cristo, a palavra, e não apenas pizza e aceitação do pecado. As pessoas precisam de mudança radical em seu modo de viver!

    Acessem meu blog: congregacaobatistaviladosremedios.blogspot.com /

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs