31 de out de 2008

Disciplinas espirituais

"Fico surpreso por a Igreja não ter reagido ao tumulto do século que termina com um movimento rumo à solitude. Elias, Moisés e Jacó encontraram-se com Deus quando estavam sozinhos. O apóstolo Paulo, João Batista e o próprio Jesus saíram para o deserto em busca de alimento espiritual.
É fato certo que dominamos a relevância. As páginas de organizações religiosas na internet são um primor técnico. Novos grupos de música cristã brotam aos montes, em resposta à menor alteração cultural. O que aconteceria se buscássemos um pouco de irrelevância?

O que aconteceria se todos os cristãos fizessem uma caminhada de duas horas pela natureza todas as semanas, sem falar? Ou se, como Gandhi, observássemos um dia de silêncio? Ele escolheu as segundas-feiras. O que aconteceria se ficássemos em silêncio todos os domingos, depois da Escola Dominical? Sendo ainda mais radical, o que aconteceria se silenciássemos todos os eventos esportivos da televisão e do rádio nos domingos?

É melhor que eu pare por aqui. Como os eremitas nos mostram, essas disciplinas espirituais podem sair de nosso controle.!

Parte do Texto de Phillip Yancey retirado do site Cristianismo Hoje [via Princess Blog]

P.S.: Disciplina espiritual é algo que venho lutando para ter. Se os eremitas mostram que disciplinas espirituais podem sair de nosso controle, eu posso mostrar que a falta delas também podem fugir muuuito do nosso controle!

Um comentário:

  1. Um certo Marquês dizia que "A Fé desobriga a razão de muito estudo, fadiga e aplicação."

    Se disciplinar, seja no que for é algo completamente "incomum" para mim, e digo mais, nos dias atuais, isso seria como uma "revolução" na minha visão...

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs