27 de out de 2008

Reinício




Deus era alguém que eu beijava à força, parecia que eu o forçava ficar perto de mim, eu até me enganava acreditando que ele estava perto de mim, mas a gente não força ninguém gostar de ficar perto da gente, isso tem que ser natural.

Aí Deus passou a ser para mim um cara que ficava por perto quando eu parava de pensar em coisas sensuais e pecaminosas.

Depois de um tempo ele passou a ser mais próximo e eu comecei acreditar que a gente poderia ser amigo, me apaixonei por Deus e não queria mais nada a não ser ficar trancado no quarto com ele, valeu muito pela renúncia.

A paixão ficou doentia e não queria dividi-lo com mais ninguém, até pensei que sua opinião só era dividida comigo, Deus se tornou uma obsessão.

Já acreditava em uma só maneira de ficar com ele. Eu me perturbava quando não fazia o nosso encontro padrão. Meu jeito de encontra-lo virou uma perturbação.

Cresci, a perturbação e a obsessão deram lugar a preocupação intensa, mas nada de obsessão (um amante moderado) só que isso foi passando e eu não me perturbava mais em ficar um dia longe dele, achei que eram tudo coisas da maturidade, coisas que acontecem quando a gente se casa e vira homem, mas me reencontrei com um menino abandonado nas ruas espirituais, regredido em dignidade de amor, na amizade com Deus, no meu limite do distanciamento.

Não sabia de nada, mas sabia falar com ele. Raramente sabia ouvi-lo, mas isso era melhor que não saber nenhum dos dois. Era apenas um surdo em tratamento, por minha indiferença tornei-me mudo e agora sinto minha visão se escurecer também.
Espero que Deus também tenha doutorado em fonoaudiologia para me ajudar reabilitar.

Agora me lembro arrependido do pedido que fiz a ele e eu mesmo tratei de realizar. Perder o que aconteceu entre a gente para poder começar tudo novamente, de uma maneira que entendia correta e que agora nem sei se é mais.

E agora, o que vou fazer? Estou no reinício que começou em meu desmoronamento...

Daniel Babugem no Fadário

P.S.: Não é fácil começar do zero... nunca é fácil! Mas, se eu posso tentar, porque não tentar?

2 comentários:

  1. Acho que a gente não tem como mudar o que já foi. O que passou, passou. Não existem retornos nesse caminho da vida. O que vc viveu faz parte de você

    A parada é aprender a trilhar um caminho novo, diferente, a partir do ponto em que vc se encontra.

    ResponderExcluir
  2. RECOMEÇAR

    Nao importa onde voce parou... Em que momento da vida você cansou... O que importa é que sempre será possível e necessário "Recomeçar".

    Recomeçar e dar uma nova chance a si mesmo... renovar as esperanças na vida e o mais importante... "ACREDITAR EM VOCÊ DE NOVO".

    Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado...

    Chorou muito? Foi limpeza da alma...

    Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia...

    Sentiu-se só por diversas vezes? É por que fechaste a porta até para Deus...

    Acreditou que tudo estava perdido? É o início da tua melhora...

    Pois ... Agora é hora de reiniciar... De pensar na luz... De encontrar prazer nas coisas simples de novo.

    Um novo curso... Ou aquele velho desejo de aprender a tocar... decifrar algum livro ou letra... Pintar... Desenhar... Dominar o computador... Ou qualquer outra coisa...

    Olha quanto desafio... Quanta coisa nova nesse mundo te esperando.

    Ta se sentindo sozinho? Besteira... Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento"... Tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você.

    Quando nos trancamos na tristeza... Nem nos mesmos nos suportamos... Ficamos horríveis... O mal humor vai comendo nosso fígado... Até a boca fica amarga.

    Recomeçar... Hoje um bom dia para INICIAR novos desafios.
    Onde você quer chegar? Ir alto... Sonhe alto... Queira o melhor do melhor... Queira coisas boas para a vida... Pensando assim trazemos pra nós aquilo que desejamos... Se pensamos pequeno... Coisas pequenas teremos... Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor... O melhor vai se instalar na nossa vida.
    E é hoje o dia da faxina mental... Joga fora tudo que te prende ao passado... Ao mundinho de coisas tristes... E toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados... Jogue tudo fora... Mas principalmente.... Esvazie seu coração... Fique pronto para a vida e o amor
    Lembre-se, somos apaixonáveis... Somos sempre capazes de amar e viver uma NOVA VIDA, UM NOVO REINÍCIO!

    Afinal de contas...

    Nos somos o "Amor"...


    (Paulo Roberto Gaefke)

    PS: eu editei o texto, mas o que vale é significado e o valor do INICÍO para VOCÊ a partir deste desmoronamento...

    Cara, tudo de bom!
    Abraço...

    OBS: Neste final de semana te ligo pra gente "trocar umas idéias".
    Valeu!!!

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs