13 de dez de 2008

É o diabo em figura de gente...



Cuidado com ele, de terno e gravata bancando o decente
É o diabo vivo em figura de gente
É o pastor trambiqueiro enganando inocentes

Prestem bem atenção, o enredo macabro que ele arruma
Seu critério maior é falar mal da macumba

Dizendo que à ela também pertenceu
Sim, mas só não foi em frente porque a chefe do terreiro é a Vera

Não aceitou o jogo sujo da fera que vive a fim só de arrumação
Ele também não explica o porque da mudança da água pro vinho

Só porque na umbanda não vale dinheiro
Resolveu ser crente pra roubar os irmãozinhos

Não é fé que ele tem,é simplesmente a febre do ouro
Custa caro a palavra de Deus, o pastor chega pobre e arruma tesouro

Refrão:
Cuidado com ele, de terno e gravata bancando o decente
É o diabo vivo em figura de gente
É o pastor trambiqueiro enganando inocentes

Música: Pastor trambiqueiro de Bezerra da Silva

Ouça a música:

3 comentários:

  1. Rapaz, Bezerra da Silva é um poeta e tanto... infelizmente descambou para a IURD hehehe

    ResponderExcluir
  2. Grande compositor, cantor, poeta...
    Um músico completo!rs

    Gosto das suas letras que falam sobre os problemas sociais encontrados dentro das comunidades...

    ...a música trata do "171 OFICIALIZADO"!!!hehe

    ResponderExcluir
  3. "Em 2001 retornou à fé evangélica através da Igreja Universal do Reino de Deus e em 2003 gravou o CD Caminho de Luz com músicas gospel." Wikipédia

    Rapaz, eu não sabia disso! Agora veja você... o cara me compõe essa música e depois vai parar logo na IURD?! Ou será que essa música foi feita depois de ele passar por lá?

    Triste é ver como os critãos de verdade ficam com a imagem suja por causa de um tanto de picaretas que tem por aí.

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs