26 de fev de 2009

Não ir à igreja, mas, ser Igreja

A forma como as pessoas vêem a Igreja não permite que esta transborde todo seu potencial enquanto Corpo de Cristo na terra. As pessoas entendem igreja como sendo o lugar onde se reúnem os crentes em Jesus, ao invés de entenderem que Igreja são os crentes reunidos em algum lugar.
Uma forma de conceber a Igreja no nosso contexto, de forma a transmitir maior autenticidade e comunhão vívida e eficaz em seus efeitos, sería demonstrar que ser Igreja vai muito além de frequência dominical à um prédio. Vivendo-se um cristianismo enraizado na simplicidade do relacionamento de pessoas que crêem no Evangelho. Pessoas dispostas a ser uma comunidade viva, relevante, participante e influenciadora no meio em que estão inseridas e demonstrarem a disponibilidade, graça, aceitação e amor que Jesus Cristo demonstrou. Gerindo um Corpo vivo, extensão e exemplo prático do nosso Mestre. Transmitindo a acessibilidade e o real valor das Boas Novas aos doentes. Porque apenas "ir á igreja" não é, deveras, SER IGREJA.

Postado originalmente no fórum do Renovatio Café.

4 comentários:

  1. E isso aí. Concordo com o texto. O que mais se precisa hoje é viver o verdadeiro cristianismo, ser igreja, o que nem sempre significa "ser da igreja".

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muito massa o texto!!
    DEUS abençoe poderoasamnete!


    Fernando Ortega
    www.naomordamaca.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. É Thiago eu também tomei a pílula vermelha e qual maravilhoso é poder enxergar a verdadeira doutrina, a do nosso Senhor Jesus Cristo.Que Deus te abençõe.

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs