9 de mai de 2009

Atropelado no Caminho


Um dos incovenientes da reunião convencional das igrejas é a impessoalidade advinda da inexistência de discipulado e caminhar contíguo entre os irmãos. O modelo mais lembra o desenvolvimento empresarial de recursos humanos que um ajuntamento de amigos íntimos e unifocados.

Com exceção da estrutura da Escola Bíblica Dominical ou tempos de estudo separados, as principais reuniões, frequentadas pela grande maioria, são um atropelar da experiência de fé do indivíduo.

No Caminho, os verdadeiros amigos e irmãos não adiantam-se, mas esperam pacientemente os passos ainda lentos dos que não acostumaram-se com a estreiteza do percurso.

Um comentário:

  1. Na minha igreja/denominação temos uma prática que, desde que bem usada, minimiza esse problema.
    Nos dividimos em pequenos grupos ( máximo 12 pessoas ), onde é discutido o último "sermão" e se busca nesse universo menor, o pragmatismo da Palavra em nossas vidas.
    Nesse ambiente cada um pode expor posições pessoais quanto ao assunto e colaborar com todos na edificação pessoal.

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs