7 de out de 2009

O bom samaritano de hoje

makeup2

Em uma rua próxima ao centro da cidade havia um homem todo machucado e quase sem vida jogado ao relento necessitando de ajuda.

1° passa o pastor e olhando o estado daquele homem pensa: “não posso parar para ajudá-lo, pois tenho que ir pregar na igreja e já estou atrasado, e minha pregação pode ganhar mais pessoas para Deus.”

2° passa o presbítero e olhando para o mesmo homem pensa: “não posso parar para ajudá-lo, pois hoje é dia de santa ceia e tenho que ajudar os outros presbíteros…”

3° passa o diácono e olhando para o homem todo machucado pensa: “não posso parar para ajudá-lo, pois já estou atrasado e tenho que abrir a igreja, para o pastor poder pregar a palavra e o presbítero servir a ceia…”

4° passa um travesti e olhando para o mesmo homem ferido no chão e pensa: “nossa hoje foi um dia maravilhoso! Fiz um programa e ganhei 800 reais vou levar esse cara machucado pro hospital!”
Chegando lá ele dá os 800 reais para o tratamento do cara machucado e diz a recepcionista: “meu bem tome esses 800 reais pra cuidar desse cara e se precisar de mais alguma coisa desconta no meu cartão de credito!”

Pergunta: quem cumpriu o chamado de Deus?

Marco Finito
via Solomon

8 comentários:

  1. Parece-me uma versão modificada deste texto...
    http://www.emeurgencia.com/2009/06/parabola-do-bom-travesti.html

    O Autor poderia ter aproveitado mais o assunto...

    No mundo nada se cria tudo se copia... Bem valida a premissa neste caso...

    ResponderExcluir
  2. Na verdade brother nem vi no seu blog e nem sabia queexistia o tal texto.

    Ouvi esssa estoria no pulpito por um pator, então tentei resumir o que ouvi tipo telefone em fio mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Ficou bem interessante, acredito que poderia ir mais longe!:)

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. A ilustração é bem interessante, atual, e é legítimo o uso de parábolas para explicar o que se quer dizer. Copiada ou não, a intenção foi boa.
    Mas tenho uma observação a fazer: cuidado com as fábulas (1 Tim 1:1-4 e 4:7), principalmente quando se tratam de paralelo às palavras de Jesus. Ainda mais em se tratando de uma expressão pública, de grande abrangência, como um blog. Um mal-entendido pode suscitar na sua ilustração um significado muito pobre ou até avesso ao seu propósito, como a idéia de que boas ações justificam as pessoas, isentando-as de sua responsabilidade quanto ao caráter e integridade. Boas ações serão sempre mais importantes do que normas clericais, mas devemos ter cuidado ao expressar esta verdade.

    ResponderExcluir
  6. Mano,

    Teu banner tá fixo no Púlpito Cristão (pelo menos até 10 de novembro, rs...). Agradeço o apoio que você sempre deu ao PC. Agora o meu que sumiu, mas tá valendo... Pode zuar que eu mereço, afinal, foi mais de um mês sem o o teu link por lá, hehe...

    Abraço para ti,

    Leonardo.

    ResponderExcluir
  7. Só pra constar... é do Rubem Alves o texto.

    ResponderExcluir
  8. interessante a critica mas será que o nobrissimo critico tem fieto algo ?

    se for cristao nao responda kk!

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs