11 de nov de 2009

Antes Na Igreja e Depois de Fora da Igreja




Acho que posso contar minha história dividindo-a em ANI e DFI. Calma, vou explicar: Antes Na Igreja e Depois de Fora da Igreja. Os leitores que já conhecem esse espaço e como me refiro aos termos me perdoem, mas muita gente ainda cai de súbito por aqui e entenderá mal minha colocação. De maneira que vou explicar só um pouquinho mais!

Quando divido minha vida em Antes Na Igreja, digo dos meus tempos como membro de denominações; meus tempos como "ministro de louvor", como professor de Escola Bíblica Dominical, como "adorador extravagante", como "separado do mundo" - acabo de ter um insight para um próximo texto -, como "evangélico", como "gospel", e por aí vai um tanto de classificações e nomes sem tanto... vocês conhecem!

Antes Na Igreja eu fazia parte desse bem elaborado Sistema religioso do qual grande parte das pessoas estão inseridas; esse Sistema abrange várias confissões: Cristianismo, Catolicismo, Protestantismo, Evangelicalismo, Judaísmo, Espiritísmo, Hinduísmo, Budismo, Ateísmo (considero um sistema (a)religioso), etc., etc. e etc. De uma forma ou de outra as pessoas, mesmo não engajadas, são influenciadas e moldadas por esses "ísmos".

Antes que me pergunte o que tem de errado em fazer parte do Sistema, digo que a princípio nada. Todos estamos presos a algum tipo de Sistema. O problema é quando você se torna a bateria para que esse Sistema funcione. E assim, ele vai te sugando, e sugando toda sua energia a fim de fincar existência, ganhar poder, riqueza e expansão. Quando você deixa de ser uma "pessoa" que é servida pelo Sistema para servir ao Sistema, algo está muito errado.

E não se engane, alguém estará lucrando por trás do Sistema. Sempre haverá alguém lucrando...

Depois de Fora da Igreja eu experimento uma leveza na alma indescritível. Aprendi a me relacionar melhor com pessoas. E aprendi a julgar menos o caráter religioso das mesmas. Claro, que isso não é fácil! Vez ou outra a gente se pega definindo uma pessoa pela crença e a partir daí construimos algumas barreiras. Mas, a experiência tem me ensinado que quando não construo essas barreiras, encontro mesmo naquelas cujo a crença não compactuo de forma alguma, algo pra aprender. Encontro alguém com quem trocar idéias e na medida do possível suscitar diálogos edificantes. No mínimo ser gentil e educado!

Hoje sinto que minha energia não é gasta com o lucro dos vendilhões da fé. Minha consciência não é cativa de dogmas e doutrinas corrompidas em si mesmas. Hoje sou livre para ir e vir e fazer o que bem entender sem me sentir preocupado com o pastor.

Hoje aprendi a usar a liberdade que Cristo conquistou pra mim. E uso essa liberdade não como pretexto para libertinagem como virão alguns a pensar. Só porque não frequento uma denominação e não tenho meu nome constando no rol de membros de alguma instituição religiosa, não quer dizer que sou um "mundano" como dirão os desavisados.

Não, muito pelo contrário! Não vivo pela Lei, vivo pela Graça e isso me basta sobremodo.

Não quero que pensem que julgo ou condeno quem faz parte de uma denominação, ou de uma igreja institucionalizada. Por favor, não! Entendo que cada um tem que estar onde precisa estar. Cada um tem seu ritmo, seu jeito de aprender, de viver e de apreender a espiritualidade. Não sou melhor que nenhum destes só porque experimento um "ser igreja" diferente, natural e com pouquíssimos ajuntados. Muito pelo contrário, sou pior.

Apenas sei de uma coisa. Assim como não dá para voltar nos tempos A.C. também não dá para voltar nos tempos ANI.

P.S.: O Marcos Siqueira sugeriu com bastante propriedade a troca das siglas ANI/DFI por AD/DD (Antes na Denominação e Depois da Denominação)! Para quem achar melhor para entendimento... =)

64 comentários:

  1. Muitissimo feliz o seu texto...Parabéns!!!

    Posso aumentar o coro com voce, como é bom estar DFI.

    Um grande abraço.

    Olavo

    ResponderExcluir
  2. Também me sinto bem hoje..., embora ainda não desligado totalmente e com meu nome arrolado em uma instituição sei hoje colocá-la no lugar certo...
    Como vc escreveu, sei usá-la ao invés de ser usado por ela, sou servido e sirvo pessoas através dela, mas não a sirvo, afinal, creio ser essa a única finalidade dela: ser usada para um bem comum dentro da verdade que é Jesus!
    O resultado é esse mesmo: melhor relacionamento e comunhão com pessoas diferentes..., coisas que quando ainda somos do ANI normalmente não temos de maneira tão saudável!
    Grande texto!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. E por que você viu tudo errado, não fez alguma coisa pra mudar? É simples fugir e deixar cada vez mais a igreja de cristo se distorcer, e nisso concordo em parte com você, é realmente triste!

    Paz meu querido, e que Deus guie os seus passos, já que vc não é mais escravo do "sistema" que você não se torne escravo de alguma outra coisa, a não ser que essa outra coisa seja simplesmente ELE.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carla...

    Seria injusto dizer que não tentei mudar! Aliás, acho que nenhum chegou ao ponto de decidir sair sem antes tentar mudar o que via de errado!

    O que acontece é que acabamos nos tornando um corpo estranho -leia-se rebelde- que o Sistema naturalmente, por instinto de sobrevivência, acaba por expulsar para fora! Aqueles que conheço que tentaram resistir estão com a alma e o espírito definhados, estão machucados e feridos em nome de Deus.

    E sim... espero jamais deixar-me escravizar por outra coisa que não meu Senhor Jesus! E pela Graça espero que assim seja!

    Carla, do lado de fora encontrei mais utilidade que de dentro! E conheço aqueles que eu jamais desejaria que estivessem fora pois são baluartes e vozes proféticas que militam onde estão!

    Brigadão por comentar!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Fico mais tranquila com suas palavras sobre meu comentário. Se é que me entende!
    De todo jeito desejo que sejas luz, e fique firme onde está (eu particularmente acho mais difícil)!
    Abraço e... tá aceito no meu twitter :P

    ResponderExcluir
  6. Cara...
    Na boa? Igreja é vida em grupo nos moldes do Cristo. POr isso cristão é o que se parece com Cristo, e se existe uma coisa que ele não fazia, era se isolar de grupo problemático.
    Sou testemunha de dezenas de igrejas pelo Brasil, e posso afirmar que os "espíritos" agindo tem um status quo muito parecido.
    Quando afirmo que estou fora da Igreja, corro riscos. A igreja(minúscula) está inserida na maiúscula e ela ainda é a porta para Porta.
    Lendo sobre a auto-biografia de Bruce Olson, que não tinha igreja, ceias e tudo mais, ele acabou por formar sua IGREJA no meio de uma tribo selvagem da Venezuela.
    Creio realmente, Thiago, que esse Deus vai mostrar-lhe sua Igreja para que você refaça seu post, dando-lhe nova conclusão.
    Quem fala é alguém com a mesma esperança...
    Passa lá em casa e toma um café...rs
    http://cristaoconfuso.blogspot.com

    Um Abraço

    ResponderExcluir
  7. Eu não sou inocente para acreditar em reformas e revoluções no meio das denominações, no máximo, numa conscientização de uma fé mais humana e sem afetação religiosa entre alguns indivíduos. Também não acredito que para ser cristã a pessoa tem que estar na igreja. Antes a igreja é apenas uma fase da fé para algumas pessoas muito individuais e “indomáveis”

    Há muito tempo eu não sou mais evangélico, não penso, não vivo como, não sinto e nem quero isso para minha vida, antes quero essa incrível sensação de liberdade (pra ser santo ou pecador) e paz que sinto a cada dia. Mesmo assim, estou profundamente imergido mais do que alguns pastores (administradores) nas questões cruciais da fé crista.

    Mas sendo nascido e criado no meio evangélico, alem de ter família na igreja, meus melhores amigos estão nela, não tenho mais como de alguma forma deixar de estar entre eles. A minha historia surgiu e correra sempre ao seu lado.

    Não quero que pessoas como minha mãe, meu irmão, meu cunhado meu, melhor amigo, minha Irma e centenas de pessoas simples que eu conheço pensem como eu. Elas não precisão disso, mas pela constituição de seu modo de ser e sentir devem estar sobre a proteção dessa mãe que é a igreja. Mas muitos como eu não mais se encaixa nela, o que fazer perder a fé? Não! Antes criar a sua própria espiritualidade independente diante de Deus.

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Parabéns pela coragem em sempre postar/compartilhar seus sentimentos e verdades, mesmo sabendo que será julgado por aqueles que não lhe conhecem!

    O que você disse no texto é exatamente o que tenho sentido e até comentado entre amigos/irmãos, quando nos reunimos de maneira simples e normal. Continue firme caminhando em Cristo, por Ele e para Ele como tens feito.
    E, quando visito seu blog e de outros, leio e vejo algumas atitudes e palavras 'grosseiras'... percebo mais ainda o quanto é melhor em crescimento respirar e caminhar do lado de fora do sistema. Sigo e prossigo também firme longe do domínio de homens que escravizam mentes e pessoas, e que adoram o próprio umbigo. Sigo firme, longe de qualquer idolatria. Sigo livre em Cristo e 'escrava' Dele, tentando imita-lo na simplicidade do caminhar em sua paz, graça e amor ao próximo.*Na graça e de graça! *Ele já pagou o preço, e no mais, caminhando até que Ele me leve ou venha nos buscar.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá tudo bem? E Hebreus 10:25? E a comunhão com os santos? Respeito sua posição,mas e a igreja local como em atos 2, só para pensar, Deus abençoe sua vida , parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  10. Tentar mudar??? "Não se coloca vinho novo em odres velho, senão rompe-se o odre e perde-se o vinho"

    Tentar mudar uma estrutura já formada é colocar vinho novo em odre velho. A estutura não vai comportar, vai rachar, trazendo danos a todos e a perda do vinho pela indignação de quem o recebeu.

    Coloque vinho novo em odre novo e amnos se conservam. Deixe o odre velho com o vinho velho.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Exclui o outro porque escrevi rápido e saiu com muitos erros...

    Ah Thiago... Somente uma sugestão: mude para AD/DD.

    Antes da Denominação e Depois da Denominação. Afinal não é porque deixamos de frequentar um templo de tijolos que não somos mais partes da Igreja. Lembrando que a única vez que Jesus falou sobre templo, foi quando prometeu que iria destruí-lo para reconstruí-lo em 3 dias EM NÓS.

    Eu que não vou reconstruir o que o próprio Jesus destruiu!!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá, Gresder...

    "livre pra ser santo ou pecar"... é exatamente o sentimento que expresso em Desconstrução.

    Bom saber que há mais gente usando a liberdade de Cristo com temor e gratidão! Abraços!

    Oi, Luciene...

    obrigado pelo carinho! Realmente estou ciente de ser mal entendido, ou julgado, ou mal interpretado, mas é um risco que estou disposto a correr para ir de encontro a corações que possam se sentir empáticos. Se a própria Bíblia é mal lida, mal entendida, mal interpretada e usada para o mal, como poderia esperar eu que meus textos fossem diferentes?! Lógico, muuuuito menos inspirados ou nem inspirados... rs

    Abraços, querida!

    Oi, Zé Luís...

    Meu brother... de uma coisa eu tenho certeza, sou um cristão inacabado. Então, se realmente for necessário fazer novas conclusões face ao aprendizado na fé, então será feito... estarei aberto!

    Grande abraço!

    Rodmilson Jorge...

    Obrigado pela mansidão e trato no seu comentário!

    Infelizmente, "congregar" se tornou sinônimo de estar dentro de um templo, quando é muuuuuito além disso! Se assim o fosse a Igreja nos primeiros dias não congregou até que inventassem a moda de construir templos cristãos! Mas, não foi o caso. Congregar é estar junto com outros em reunião de amor, celebração e alegria! Independe de lugar... o fator essencial é o congregar... e o componente principal são com quem e não onde! Sendo assim, digo, congrego! Não sou sozinho!

    Abraços!

    Ricardo...

    Como disse ao Rodmilson, por que o fato de eu não frequentar um templo, uma denominação resulta de imediato na falta de comunhão? Não sou desviado da fé... aliás, nunca estive tão próximo de Deus, tão engajado no meu caminhar com Cristo! Isso só é validado por uma instituição? Creio que não... acredito que ficar olhando pra nuca uns dos outros por quase duas horas não define comunhão! Comunhão seria algo mais vivo e mais envolvente, creio e experimento isso!

    Um forte abraço e obrigado por opinar!

    Marcos...

    Realmente é uma boa sacada! Acho que deveria ter pensado nisso! (rs)

    Valeu, brother! =)

    ResponderExcluir
  14. Olá Thiago, eu também estou nessa situação, com minha vida agora em DD.

    Realmente agora é que é difícil, pois não tenho mais as "muletas" que me validavam. Não tenho mais a "garantia" de quê para saber se estou bem com Deus basta ir nos cultos todo dia e cumprir o calendário estabelecido.

    Agora tenho que frutificar no Espírito, examinar minha consciência constantemente, ler as escrituras mais do quê nunca, examinar cada coisa que ouço (pois não tenho mais um líder que é o "porta voz oficial de Deus"), não agir com preconceito e muitas outras coisas que eu nem sabia que existiam.

    De fato, agora sim estou entendendo o "andar Hebreu", que é esse que não se estabelece num lugar só, que precisa caminhar o tempo todo e encontrar o alimento aonde for.

    Há um post aí em cima em que o autor afirma que Deus mandou Davi construir o Templo para ser adorado alí. Discordo plenamente.

    Deus ordenou que fosse construido o templo móvel, para quê onde o povo estivesse eles soubessem que Deus estaria perto, pois aquele povo ainda não podia compreender totalmente a idéia de um Deus sem representação nenhuma, visto o paganismo estar infriltado na mente deles. Foi a forma mais didática possível para ensinar ao povo que Deus não era um dos deuses dos egípicios, que se representavam por formas de animais e/ou humanas, e que tinham lugares fixos para serem adorados.

    Mas, quando Davi quis construír um Templo físico e permanente, DEUS disse que não habitava em templos feitos por mãos humanas. E nem deixou Davi construí-lo, adiando a desgraça de Israel.

    A templo judeu fixo foi uma concessão divina, assim como o próprio Rei foi. Vejo mais como um Pai que deixa seu filho quebrar a cara, como o pai do filho pródigo, para depois ele ver que aquilo que queria não adiantou de nada.

    Israel sofreu muito por causa de seus caprichos. Reis insanos, sacerdotes gananciosos, todos levaram a ruína para aquele povo que não quis ter apenas Deus como Senhor.

    Mas Deus nunca habitou em templos fixos. Tanto é que Jesus ao falar com a Samaritana desconstroi a idéia de quê para adorar a Deus era necessário um lugar, e apresenta a adoração em Espírito e em Verdade.

    ResponderExcluir
  15. Fala aí Thiago, beleza?

    Conceitualmente, eu sou pós-igreja, mas efetivamente, ainda estou na igreja. Eu larguei o sistema igrejal evangélico a alguns anos, fiquei mais ou menos um ano fora e foi...libertador!

    A melhor coisa foi não ter que ouvir todas aquelas pregações água com açúcar, toda aquela balela de que quem dá o dízimo Deus abençoa, e quem não dá, Deus amaldiçoa e coisas do tipo.

    Mas não deixava de estar sempre com alguns amigos ainda efetivos na igreja, mas que não tinha o pensamento e a vontade cativas pelo sitema.

    Certa vez, a esposa de um desses amigos nos disse que apesar de nós sermos rebeldes aos olhos do poder eclesiástico estabelecido, quando estávamos junto só falávamos de Deus!! Ela disse que não via esse entusiasmo nos membros da igreja, pois quando se reuniam falavam de tudo, menos de Deus...

    Então, o meu problema não é contra a instituição igreja, o meu problema é com a instituição igreja corrompida, que esquecendo das suas atribuições espirituais, agora caminha em busca de poder, fama e dinheiro.

    Casei com uma mulher que apesar de também não ter o pensamento e a vontade cativas, gosta de estar na igreja, de se envolver com as atividades. E por consideração a ela, estou batista.

    Mas não que eu precise da instituição em si. Antes que houvesse templos e tendas em israel, os nômades semitas adoravam a Deus nas montanhas e vales.

    Não preciso de um templo para me relacionar com Ele, só preciso da montanha.

    abraços calorosos

    ResponderExcluir
  16. Olá Thiago,pois é, os protestantes/evangelicais transformaram "o caminho" em um/dois cultos dentro de um templo,sendo o culto de uma/duas horas e o templo com altar(!?).Visão tosca essa de culto/louvor dos evangélicos,e bem distorcida.Culto e louvor é 24 hs.,é nosso dia a dia na presença de Deus, minuto a minuto,glorificando a Deus com nossas atitudes,palavras,escolhas,decisões,renuncias,etc.Da mesma forma o louvor.Visão distorcida essa do louvor ser músicas ou hinos cantados,isto é apenas uma das formas de louvor,e na minha opinião a menor delas,pois tem muita gente perversa que entra em um templo canta ou louva trinta minutos e depois sai e volta para sua vida perversa até a próxima semana,quando entra em um templo novamente para louvar(???)mais trinta minutos.
    Agora tenho que dizer que isto não é tudo,a igreja de Jesus possui pastores/presbíteros e possui disciplina(horror dos cristãos hedonistas)
    e não podemos ir contra o modelo estabelecido pelo próprio Senhor da Igreja,nosso esforso é aplicá-lo em nossas vidas.Não podemos ser mais santos nem mais inteligentes que Jesus!

    ResponderExcluir
  17. Oi Tiago,

    Acho muito legal você assumir sua liberdade em Cristo. Como disse o Caio Fábio, a igreja institucionalizada foi transformada em Videira, e aos poucos se tornou um grande ídolo no coração das pessoas. Tem pessoas que morrem pela placa da igreja, e por mais estranho que seja, nem sabem o que é o significado real do que venha a ser o Corpo de Cristo.

    Eu acho que a igreja pode fazer muito bem e também pode matar. E penso que cada um deve decidir o que é melhor para seu desenvolvimento espiritual. Sem impor ao outro o que lhe é peculiar.

    ResponderExcluir
  18. Muito bom esse "post".
    Para os entendidos e desentendidos...
    Eu diria que atualmente nãoo estou vivenciando o ANI, tanto quanto DFI (AD/DD)...
    Isso não quer dizer que: estou em AC (isso jamais) pois como citou "vivo pela graça".
    Mas em meados deste ½ termo, vou tentando viver, pela fé, vou SOBREVIVENDO!

    ResponderExcluir
  19. Tiago, brother...

    Tú abalou Bangú garoto, vejo grande alvoroço no arraial!

    Cara, pq é tão difícil para tantos irmãos entenderem que não estar na igreja é sinônimo de estar 'desviado'?

    Temos nossos ministérios, esta até é a razão do meu blog ter como título a música do Raul Seixas "Pastor João e a Igreja Invisível".

    Somos responsáveis, tementes, velamos pela sã doutrina mas apenas não nos sujeitamos a certos parâmetros impostos.

    De uma certa maneira, esta coisinha aqui chamada blog tem sido instrumento de Deus para ampliar o conceito de igreja.

    Eu congrego e não menosprezo quem não congrega. Pelo contrário! Não há como limitar ou definir onde começa e onde termina a igreja.

    'Keep Walking' my brother!

    ResponderExcluir
  20. Rodmilson,

    Em momento algum mencionei que não há líderes numa "ekklesia" de Cristo.

    Questiono o Sistema que produz certo tipo de líderes!

    Confesso que sua lógica, que faz um pout-pourrit das Escrituras, de que se me "rebelo" contra um "líder" de uma "igreja" então não herdarei o Reino dos Céus me dá medo!

    É muito poder nas mãos de um homem, não?! Lançar alguém fora do reino mesmo que indiretamente. Pensei que apenas Cristo detinha tal autoridade, já que é o Rei! Enfim... qual é o limite?

    Os que passarem a "pensar" e notarem a discrepância espiritual do "líder" deverá ficar sujeita aos caprichos, demagogias e oportunismos do mesmo? Em nome de uma "autoridade" superfaturada?

    Esse tipo de lógica que detém poder de manipulação desse tipo muito me lembra as investidas dos líderes católicos medievais.

    Gosto de pensar que o verdadeiro líder se destaca como servo entre todos e raramente sairá da sua boca que ele tem autoridade sobre alguém! Gosto de pensar que o verdadeiro líder justamente por o ser líder nato no Espírito cria nos deus discípulos um amor, um afeto e um respeito pela instrução e sabedoria que colhem que não será necessário invocar autoridade para si.

    Gosto de pensar que o verdadeiro líder ficará feliz em ver seu discípulo amadurecendo, pensando por si próprio, crescendo e deixando de depender dele como líder para desenvolver sua própria salvação.

    E, por favor, isso tudo é natural... não como essa "liderança" imposta, incucada e empurrada com sistemas de castas espirituais e níveis de autoridade! Não... não vejo nada do Espírito num tipo assim, vejo mãos de homem que aspiram poder de qualquer natureza... seja de dinheiro, seja de influência, seja de manipulação...

    Aliás, agora que mencionou ser pastor, e explica sua graça por causa disso, é que lembro quantos pequeninos do Pai já foram feridos com tanta intrepidez...

    Enfim, desculpe o desabafo, Rodmilson... se lhe ofendi em algo peço perdão! Não é a intenção! Não te conheço e não posso julgá-lo. Conheço pastores, muito pouco, muito raros, que são fontes de águás vivas a jorrar sobre aqueles que cuidam mesmo dentro do "Sistema"!

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  21. Parabéns Thiago, pelo texto simples e bem elaborado por ti... com certeza muito me edifica e fortalece em Cristo Jesus... o seu incorformismo com o sistema religioso, juntamente com os senhores feudais das "igrejas" que manipulam e controlam a grande massa... os transformando em marionetes e escravos do MEDO de não conseguirem agradar a Deus... sendo que este "agradar a Deus" está totalmente relacionado em agradar aos homens detentores de "autoridades eclesiásticas" concedidas não por Cristo Jesus, mas sim, pela instituição denominacional.

    Graça e Paz meu brother!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Tiaguito, brother

    Sua réplica ao amado irmão Rodmilson vale um post!

    Repito: Por que é tão difícil para a grande maioria descobrir que pondem pensar e agir guiados pelo Espírito Santo? Amamos ao Senhor, amamos a Igreja, estamos dentro (eu no caso) mas não a uso como muleta!

    Eu 'tenho igreja' mas vivo plenamente este conceito do 'não templo'. Recebo amigos em casa e falamos de Deus, vou à praia a noite com minha mulher, uma garrafa de vinho (não venham com a baboseira de sempre, leia este meu post: http://superjotablog.blogspot.com/2009/09/qual-vinho-voce-bebe.html ) e louvamos a Deus e assim vai!

    Este não depender da igreja é libertador! Filhos maduros é o que Deus quer! Isso não é rebelião! Como já disse: Congrego e amo minha igreja (Danilo do Genizah que me indicou uma boa aqui no Rio), mas antes de 'sossegar a bunda' (desculpe a expressão...) bati em várias portas até encontrar uma igreja SADIA.

    Em tempo: Quando você vala de "sistemas de castas espirituais e níveis de autoridade" vejo a pequena coincidência de termos falado sobre a mesma coisa, outro post que coloquei hoje (desculpe o jabá): "O Sistema de Castas Evangélico" http://superjotablog.blogspot.com/2009/11/o-sistema-de-castas-evangelico.html

    Irmão, keep walking!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Corrigindo o Rodmilson, Ekklesia significa "chamados para fora". Não tem nada a ver com "reunião do povo".

    Esse negócio de quê Anjo da Igreja é o Pastor/Líder/Sacerdote local não tem base.

    E Sacerdote é coisa do Antigo Testamento e para o povo Judeu. Na Igreja de Cristo, o maior serve ao menor, e toda Autoridade é reconhecida, não imposta.

    Não há essa possibilidade de um "pastor" exigir submissão de alguém sob pena de excomunhão. A Videira é Cristo, e é nEle que estamos ligados, não à denominação.

    ResponderExcluir
  24. São por pensamentos e sentimentos de pastores/mediadores como o Rodmilson que muitos se sentem felizes de estarem livres de lideres que não seriam membros da igreja que eles mesmos dirigem. Esse “interesse” pelas ovelhas é parcial.

    Ler tal comentário que usa a bíblia como o diabo fez com Jesus me da uma seção de alegria suprema por estar livre deste inferno chamado “submissão a autoridade”.

    Prestem atenção nestes comentários do Gabriel e Eduardo:

    “De fato, agora sim estou entendendo o "andar Hebreu", que é esse que não se estabelece num lugar só, que precisa caminhar o tempo todo e encontrar o alimento aonde for.”,

    “Certa vez, a esposa de um desses amigos nos disse que apesar de nós sermos rebeldes aos olhos do poder eclesiástico estabelecido, quando estávamos junto só falávamos de Deus!! Ela disse que não via esse entusiasmo nos membros da igreja, pois quando se reuniam falavam de tudo, menos de Deus...”

    Igreja sempre foi e será comunhão de pessoas que andam juntos num mesmo sentimento de fé. E autoridade é aquela reconhecida naturalmente e não imposta como o Tiago disse.

    No mais, mil vezes antes a fogueira/libertação dos hereges do que o céu/inferno dos evangélicos.

    ResponderExcluir
  25. Lembro de Jesus dizendo, que entre nós não seria assim, da forma como a autoridade é imposta no mundo.

    Na Igreja de Cristo, a autoridade é reconhecida, e o maior serve ao menor.

    Em "igrejas", alguém é posto como o pastor/líder/anjo e todo mundo deve submissão incontestável a ele. É assim no mundo, não deveria ser assim entre os discípulos.

    Por isso rejeito este sistema! Nele sou obrigado a obedeçer a alguém que nem sei se sabe o que está falando, nem se de fato entende meus conflitos. Pode ser uma pessoa que cresceu num mundo de fantasias e não sabe de nada sobre o mundo e as aflições pelas quais passamos. Conheço gente assim que logo-logo vai virar "pastor", e me ponho a imaginar: vai ensinar o quê? vai aconselhar com base ne quê? Será simplismente alguém que ocupou o cargo de pastor, mas que de fato não tem o Dom.

    Um Pastor terá autoridade sobre mim, somente se for reconhecida, pois terei respeito por ele. Alguém que tenha mais experiência do que eu, e que viva o Evangelho. Certamente que darei ouvidos a esta pessoa, e o respeitarei, assim como respeito meu pai e o obedeço. Este é o Pastor mesmo, que recebeu o Dom de pastorear.

    É como as palavras de Paulo. Embora ele não seja Jesus, nas palavras dele eu vejo a verdade do Evangelho sendo aplicada, por isso as palavras de Paulo têm autoridade sobre mim, e as respeito como sendo verdadeiras.

    Entretanto, um desses "apóstolo" dos nossos dias não tem autoridade alguma sobre mim, pois não reconheço neles o Evangelho.

    Agora, se alguém requer para sí uma Autoridade incontestável, que vá fazê-lo em outro lugar, não na Igreja de Cristo, pois não foi assim que o Mestre ensinou. E Autoridade que precisa ser exigida não é autoridade, é apenas imposição pelo medo. Ninguém exige que se reconheça o talento de Mozart, a gente reconheçe o talento dele naturalmente.

    Discordo plenamente no sentido de Pastor como líder estilo "Moisés". o Dom de Pastor é dado para que haja quem cuide das ovelhas, mas todos somos ovelhas, inclusive os "pastores", e todos temos o dever de cuidarmos um dos outros. Quem nos guia é o Espirito Santo, individualmente antes de tudo, e depois em grupo.

    O problema são esses "pastores" que julgam ser donos das ovelhas, e querem guiá-las para onde quiser, não aceitando que nenhuma saia de seus "domínios", como se ele, o "pastor", fosse a videira. Jesus é a Videira e ponto final. Ninguém tem autoridade suficiente para dizer quem está ligado à Videira e quem não está.

    ResponderExcluir
  26. São por pensamentos e sentimentos de pastores/mediadores como o Rodmilson que muitos se sentem felizes de estarem livres de lideres que não seriam membros da igreja que eles mesmos dirigem. Esse “interesse” pelas ovelhas é parcial.

    Ler tal comentário que usa a bíblia como o diabo fez com Jesus me da uma seção de alegria suprema por estar livre deste inferno chamado “submissão a autoridade”.
    [2]

    Feliz por estar livre da opressão religiosa... em q o homem("líder") abusa e manipula seus liderados; e triste em ver q milhares de irmãos em Cristo vivem e se submetem debaixo dessa "autoridade" pseudo cristã... lamentável...

    Mas, muitos preferem assim... por não serem ensinados a andar e viver no Espírito... acabam aceitando cabrestos p/ serem dirigidos conforme o ensino doutrinário recebido desde a "conversão"(novos membros)...

    ResponderExcluir
  27. Caramba!
    É curioso como um simples expressar de opnião e no caso, vivência, pode gerar tanto debate e trocas de farpas.
    Bom.. isso de certa forma reflete algumas coisas né!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  28. Vamos ao absurdo então: Hitler era uma autoridade, logo foi instituido por Deus, certo? Então, quando ele mandava matar e estuprar as minorias, quem o desobedecesse seria castigado por Deus?

    Devo então me submeter aos mandos e desmandos de Edir e cia, só por quê eles são "pastores"? Quer dizer que esses lobos por aí são ministros de Deus para meu bem?

    Você foi até o versículo 5 deste texto de romanos. Se fosse até o 6, veria que Paulo está falando sobre as Autoridades Legais, o Estado, pois fala sobre tributos e impostos. O texto original se aproxima mais de Poderes e Magistrado. Lembre-se que era o império Romano que governava. Paulo estava neste texto afastando o evangelho que ele pregava de qualquer idéia sobre anarquismo, ou seja, os cristãos deveriam continuar sujeitos às leis do estado, e pagando seus tributos e impostos. É uma aula sobre cidadania e direitos. Não tem nada a ver sobre a estrutura da Igreja, e muito menos sobre o modo de liderança de um verdadeiro Pastor.

    Rodmilson, não adianta tentar me convencer pelo medo. Não tenho medo de você, nem de gente que se auto-intitula autoridade cristã. Sou livre em Jesus, graças a Deus!

    E pelo amor de Deus, se de Romanos o quê você pôde extrair foi um texto para você tentar se impôr sobre os outros, significa que deste livro você não entendeu nada.

    --errata--
    no meu post anterior, onde eu disse:
    "lider estilo Moisés", na verdade quis dizer "lider estilo Davi, Saul.. Rei".

    ResponderExcluir
  29. Vamos a Hebreus 13 então.

    Destaco os dois versículos:

    "7 Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver."

    "17 Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil."

    Ora, não vejo como isto nega o que eu disse. Veja, o escritor de Hebreus está exortando para quê os cristãos lembrem-se, respeitem e aprendam daqueles que se dedicam a viver e pregar o Evangelho, principalmente quem pregou para eles.

    O escritor não diz: "Sujeita-vos a qualquer um que diga que tem autoridade", ele diz: "Sujeitar-vos aos vossos pastores PORQUE VELAM POR VOSSA ALMA".

    Esta parte que destaquei faz toda a diferença.

    Ora, um crente que recebe o Evangelho por intermédio de alguém, não deve simplesmente rejeitar esta pessoa que lhe transmitiu, mas deve aprender mais com ele. É para que um neófito, após receber as primeiras palavras do evangelho, não ache que já "sabe tudo", mas para que aprenda sempre com humildade.

    Ora, se numa igreja, como tem ocorrido com muita gente, o líder/pastor local não vela pela alma de ninguém, não vive o Evangelho, e está lá só pelo poder, ele não tem autoridade alguma sobre os outros irmãos.

    Agora, um pastor que lidera uma igreja com amor, perdão, aconselhamento, e acima de tudo, verdade no/do Evangelho, tem muito a ensinar e exortar àqueles que lhe acompanham, e deve ser sim respeitado e obedecido, mas nunca cegamente, pois ele também pode se afastar do Evangelho.

    OU seja, o quê valida a Autoridade de qualquer pastor/líder é a vida no Evangelho. Não digo isso de forma farisaica, ou seja, que o pastor não pode pecar. De forma alguma, pois todos pecamos. Digo que deve ser um discípulo de Jesus, amando, perdoando e cuidando dos necessitados.

    Se um pastor não cuida, não é pastor (dom), é pastor (cargo). Daí não tem autoridade nenhuma.

    ResponderExcluir
  30. .

    Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, amados em Cristo.




    Por certo que alguns que aqui postaram não estão sozinhos nesta caminhada de liberdade, das amarras religiosas; livres de um sistema falido de arrecadação financeira.

    Infelizmente, milhares e milhares de evangélicos acreditam que as tais igrejas evangélicas templos de tijolos e seus pastores são tão importantes quanto Jesus; idolatram seus pastores como donos da verdade...

    ... ouvem versículos e os repetem como papagaios, sem ter entendimento algum, somente os repetem porque ouviram de seus pastores.

    Estes milhares, são escravos do cotidiano religioso, só se sentem bem estando sentados em bancos, sem conhecer o irmão que passa necessidade, mas levam seus dízimos e ofertas a um púlpito dirigido por um engravatado que jamais ensina que o evangelho é o anúncio da salvação na pessoa de Cristo.

    A grande maioria dos evangélicos são igrejeiros, acomodados, negligentes quanto a examinar as Sagradas Escrituras, só querem ouvir pregações que exaltam seus egos religiosos, pagam a programas televisivos para que outros façam um evangelismo barato, aceitam tudo o que seus gurus pastorais lhe dizem, e, não suportam quando outros mostram que o sistema religioso de instituições religiosas evangélicas é anti bíblico.


    Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.


    Fraternalmente,


    irmão James.
    Jesus, o maior Amor
    Comunidade "Adoradores em Casas"
    Comunidade "Blogueiros Cristãos"

    ...
    ..
    .

    ResponderExcluir
  31. Sr. Rodmilson,

    Sinceramente não perderei meu tempo debatendo contigo... eu poderia lhe mostrar os erros cometidos por ti, no uso indevido das escrituras... pois lhes são p/ benefício próprio e suas "interpretações"... são + q manjadas p/ manipular e controlar o povo...
    Tenho diversos amigos pastores de "igrejas" denominacionais, mas, os quais eu considero e respeito... lamento, mas, a ti não lhe considero como pastor, pois não vi características p/ assim entender q vc realmente pratica o cuidado e amor por vidas...
    Congrego com amigos q foram consagrados a pastores, mas largaram cargos, salários, títulos e até fama... p/ viverem simplesmente Cristo Jesus!
    Não precisamos de cargos e títulos, muito menos salários pastorais p/ realmente cumprirmos o pastorado de cuidado e amor ensinado por Cristo Jesus...

    Temos Um só Pastor sobre nossas vidas, Cristo Jesus, q disse Ser o Bom Pastor q dá a vida pelas ovelhas e nós ouvimos a sua voz, entramos pela Porta e encontramos cuidado, provisão e amor...
    Logo, tendo Cristo Jesus em nós... pastoreamos uns aos outros e nos submetemos uns aos outros em amor e no temor do Senhor!

    ResponderExcluir
  32. Texto super interessante.
    Também tenho essa mesma divisão na minha vida.

    ResponderExcluir
  33. 3º servo foi chamado de "servo
    mau e negligente" pelo patrão e foi lançado na escuridão aonde há CHORO E RANGER DE DENTES...
    Para um bom entendedor meia palavra basta,ne?
    Eh isso que vc vai semeiar pra tua vida?E pra tua eternidade?


    Quanta presunção hein sr. Rodmilson... isso mostra quem tu és...[pregador do MEDO E DO INFERNO] cara a tua maldição não me pega... sou de Cristo e vivo Nele... e Ele levou sobre si as minhas dores e enfermidades, Ele se fez maldito por mim, logo, não há condenação, muito menos maldição sobre minha vida...



    Agora,se ñ concorda com isso,continue aí
    estaguinado enquanto eu continuo sendo promovido
    como os servos fiéis de Lucas 19


    Eu??... Estagnado??... vc fala como louco... não me conhece e não sabe como vivo em Cristo e por Cristo... lamentável vc dizer q eu estou estagnado... Rsrsrs!... faz-me rir...

    ResponderExcluir
  34. Gabriel, o Rodmilson tem síndrome de liderança fracassada, sabe o que é isto? É o cara que não conseguiu ser o líder da turma na escola, não conseguiu ser o primeiro no vestibular, não conseguiu ser o primeiro no futebol, nada, aí ele abre uma igreja, é "consagrado" pastor e agora passa a ter a "negada" sob seu comando.
    Está claro nos escritos apócrifos dele,rsrs.
    Um abraço a todos, e Rodmilson, para com este negócio de querer e querer provar que tem que ter pastor e tal pegando pedacinhos da Bíblia. Pastor só tem um Jesus e se você se colocar como Pastor você está se igualando a ELE e quem se iguala e quer ser igual a ELE, este sim é o AntiCristo, PASTOR=ANTICRISTO, porque quer ser o pastor no lugar de CRISTO. PENSE NISSO!!!

    ResponderExcluir
  35. Eu não disse Gabriel? O Rodmilson é tão inseguro no seu "menestério" que se acha no direito de QUEBRAR AS PALAVRAS e ainda USAR O NOME DE JESUS EM VÃO, rsrs. Meu querido irmão Rodmilson, vc não está quebrando nada, o dia que você quebrar a cara com a LEI, com a RELIGIÃO, e reconhecer A GRAÇA DE CRISTO, aí sim você vai rir de tudo que você escreveu neste blog, rsrs. Você se acha MERECEDOR né? Você é tão bom que MERECE, merece mesmo, MERECE SER ENGANADO E ENGANAR, então, continue ENGANANDO E SENDO ENGANADO na cara dura.
    Pois eu sei que tua "consagração", tua "unção", tua seja lá o que for tem valor para uma instituição religiosa, você é semelhante a um padre, um pai-de-santo, um pajé, seja com o nome que você quiser, agora DEUS NÃO TEM NADA A VER COM ISSO, INCLUA DEUS FORA DISTO TUDO.
    Um grande abraço e beijo em nome de Jesus, aquele QUE NÃO CONSAGROU NINGUÉM, NEM MESMO A SI PRÓPRIO.

    ResponderExcluir
  36. Rodmilson, não lancei nenhuma palavra de maldição sobre você, está vendo o nível mental perturbado em que se encontra? Eu por exemplo não tenho medo de nada que digam a mim, não preciso quebrar, amarrar (tá amarrado, rsrs), botar fogo (tá queimado, rsrs), porque a CRUZ JÁ QUEBROU TUDO, ESTÁ CONSUMADO, O RESTO É NEUROSE DA SUA TEOLOGIA JUDAICA-CRISTÃ-PAGÃ. Se não acordar e enxergar o JUDAISMO+CRISTIANISMO+PAGANISMO QUE É A IGREJA EVANGÉLICA HOJE, estarás caminhando para o inferno com a Bíblia na mão e irá debatê-la com Satanás, rsrs.
    Eu disse que se você continuar dizendo que é santo, estará ignorando que SÓ ELE É SANTO, se você continuar dizendo que é pastor estará competindo com ELE QUE É O ÚNICO PASTOR, se você continuar achando que não beber, não fumar, não ir à baladinha te dará o reino, estará totalmente equivocado. Porque JESUS BEBEU, melhor ainda, JESUS PROVEU A BEBIDA PARA UMA FESTANÇA, JESUS FOI À BALADINHA JUDAICA, E DISSE QUEM TIVER SEDE VENHA A MIM E BEBA, porque as festas em Israel já pareciam uma baladinha louca. Sinto EM VOCÊ UM ESPÍRITO DE REBELIÃO CONTRA O EVANGELHO, pois qualquer judaização das palavras do EVANGELHO é grande REBELIÃO E HERESIA.
    Oro a Jesus para que te liberte da sua auto-santificação e auto-justificação para VOCÊ VALORIZAR O SACRIFÍCIO. QUE DEUS NOS ABENÇOE E NÃO VOU ESCREVER MAIS, SE QUISER FAÇA UMA VISITINHA NO MEU BLOG http://evaldocristao.blogspot.com ou envie um e-mail evaldocristao@gmail.com

    ResponderExcluir
  37. Você se acha MERECEDOR né? Você é tão bom que MERECE, merece mesmo, MERECE SER ENGANADO E ENGANAR, então, continue ENGANANDO E SENDO ENGANADO na cara dura.
    Pois eu sei que tua "consagração", tua "unção", tua seja lá o que for tem valor para uma instituição religiosa, você é semelhante a um padre, um pai-de-santo, um pajé, seja com o nome que você quiser, agora DEUS NÃO TEM NADA A VER COM ISSO, INCLUA DEUS FORA DISTO TUDO. [2]


    Perfeita sua postagem irmão Evaldo!... Desculpe-me em ter q copiar e acrescentar (2)... eu não resisti, pois tem tudo haver com a situação q o sr. Rodmilson criou... aliás, não perderei meu tempo em querer debater ou compartilhar algo com ele... pois, sinceramente, parece até alguém que quer ficar de brincadeirinha em nome de "Gezuis"... aqui não tem muleque da religião dele, p/ querer intimidar usando de forma errônea e indevida as Escrituras q nos apresentam o Evangelho de Cristo... Essa teologia do MEDO só pega quem não conhece a Cristo, Caminho, Verdade e Vida!

    Graça e Paz meu brother!

    ResponderExcluir
  38. INVEJAS...????????????????... Fala sério!...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  39. Isso aí Tiago: Mateus 18:20 Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.

    Grande abraço e obrigado pelo post.

    ResponderExcluir
  40. É, pelo visto a discussão já perdeu o foco. Triste isso, pois ela poderia dar muitos frutos.

    ResponderExcluir
  41. Rodmilson, pôe a mão na consciência um pouco e leia o quê você escreveu...

    A sua primeira manifestação aqui foi chamar o Thiago de "ímpio"! Como você pode falar uma coisa dessas? Ele em momento nenhum disse que havia negado a Fé, nem que voltou a práticas pecaminosas. Apenas afirmou o que muitos vêm afirmando, que o cristianismo se tornou uma religião, tal qual a dos fariseus, que olha o exterior do corpo estando o interior podre.

    Você veio aqui defender a posição dos pastores como sendo intocável, mas eu pelo menos tentei te passar quais seriam as características desejáveis de qualquer que queira esta "posição". Entretanto, você continua afirmando que liderança de igreja é como numa ditadura, em quê o líder é intocável e inquestionável!

    Onde na doutrina de Cristo há menção à posições de liderança? O que Ele disse foi exatamente o contrário, de quê entre nós não seria como é no mundo, e que o Maior serviria ao Menor! Devemos ser como crianças, não como fariseus que amam as primeiras cadeiras e ostentam suas posições como privilégios entre os homens!

    Um princípio básico do Evangelho é que TODOS somos sacerdotes perante Deus, e que há um só Sumo-Sacerdote, o Cristo! Ninguém tem posição de destaque, simples assim!

    É muito bom, maravilhoso que hajam pessoas com um DOM de Deus para cuidar do próximo e dedicar a própria vida pelos outros. É graça de Deus termos em quem confiar, entretanto, quem tem essa "posição" de fato não a vê como que lhe ofereça superioridade entre os homens. Os verdadeiros líderes são os mais humildes entre os homens, e jamais se consideram melhores que ninguém.

    Ora, isto fica explicito quando Jesus lava os pés dos discípulos! Inclusive os de quem o negaria e trairia!

    Por isso afirmo: Pastor que outorga para si superioridade entre os irmãos, de fato não o é, pois o princípio de quem quer ser o Maior é que seja o menor.

    ResponderExcluir
  42. Rodmilson, sobre o texto de I Pedro 1:16 - "Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo."
    Eu já havia escrito sobre ele em Agosto/09 no link
    http://evaldocristao.blogspot.com/2009/08/santidade.html

    Gostaria que você e os demais dessem uma lida e fizessem uma análise sobre o mesmo. Não aceito apenas gritaria de criança, peço que comentem com convicção.

    ResponderExcluir
  43. "eu simplesmente vou chamar-los de ESTERCOS DA TERRA"



    Bonito né cidadão... sr. Rodmilson, é assim que vc trata o seu próximo??... A sua "teologia" é medonha e vergonhosa...
    Sr. Rodmilson, eis que te digo: vós não sabeis de que espírito sois... se vc pudesse mandaria fogo do céu né??...
    Aí, na boa... vc me faz rir...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  44. Rodmilson, meu irmão - o considero irmão mesmo sendo considerado ímpio por você -, pega um pouco leve aí... percebo que ofensas começam a surgir em seus comentários... e o problema é que elas não são somente contra mim!

    Primeiro me chamou de "ímpio", ok, tudo bem! Mas, daí já chamar a galera de "esterco da terra", falar que o pessoal não passa de merda, aí não, né?!

    É como recomendo aqui... se chegar a ponto de xingar, ofender que seja apenas contra mim. O pessoal no meu entender não lhe ofendeu pessoalmente.

    Aqui falamos de um sistema, de tipos de pastores desse sistema religioso. Você não precisa vestir a carapuça se não há necessidade para tal. Pode defender seus argumentos, claro... e é isso que espero no diálogo. Que possamos edificarnos uns aos outros em amor e mansidão.

    No meu texto não tratei de quem vai ou não para inferno. De quem está ou não condenado. Não chamei ninguém de covarde. Não julguei indivíduo nenhum. Apenas comentei as diferenças que são frutos da minha experiência fora das igrejas institucionalizadas, fora de denominações religiosas. Creio que não disse que os tais que nelas estão estão perdidos ou que são ímpios ou covardes. Não, muito pelo contrário. Faço questão de me considerar menor que esses irmãos.

    Como lhe disse, conheço pastores de título que são pastores de DOM e que são diligentes no uso desse DOM. E nem só porque eles fazem parte de uma denominação, de uma igreja com templos e tudo mais é que vou acusá-los e chamá-los "ímpios" porque não vivem numa comunidade eclesial que seja compatível com o que acredito que seja melhor pra mim. Seria presunção minha, não acha?

    Gostaria que entendesse, e peço que se esforce por amor em entender, que existe vida fora dos templos, fora das hierarquias e estruturas de autoridade que você tanto defende. Existem crentes tão ou mais fiéis e ousados que os que não perdem um culto.

    Só acho que é perigoso pegarmos Deus e o que lhe é inerente e encaixotar dentro de dogmas e doutrinas acumuladas em 2000 anos de Cristianismo. Muita coisa se acrescentou que não é necessário para um andar cristão.

    Enfim, é esse o foco da convesa. Pelo menos deveria ser! Já que tenho a oportunidade de dizer-lhe, gostaria de despertar-lhe para algo. Creio que ao invés de bater de frente com pessoas que chama de "covardes", "rebeldes", "ímpias" e "esterco", o interessante seria no mínimo ouvir os porquês desses tais. Em muito lhe seria útil em seu ministério entender o que nos leva estar do lado de fora do Gospel, do Evangelicalismo, do Institucionalismo da Igreja, e procurar moldar a forma como apascentar as ovelhas que Deus lhe confiou, para quem sabe evitar que tornem como nós. Não acha?

    Eu digo por mim. Estou feliz, estou com Cristo, estou livre e cada dia mais apaixonado pelo meu Senhor Jesus e por suas coisas. É minha experiência que compartilho! Não estou a doutrinar nem a estabelecer dogmas aqui. Quero apenas conversar e contar como é bom se sentir livre depois de anos de "crente".

    Acho que a questão aqui é: então o que há de errado com o sistema religioso que repudiamos?

    E aqui você poderia contribuir contando um caso onde a exceção é uma coisa boa. Poderia aprender também, creio que tens esta humildade, certo?

    Porque claro que do lado de fora existem os que também são árvores ruins e seus frutos são também ruins. Então não há nada em que possamos nos gloriar nem de um lado nem de outro.

    Temos que nos gloriar, sim, apenas em Cristo Jesus e só! O resto é resto...

    Um abraço.

    E pra toda a galera que deixou sua opinião, fico muuuito agradecido com o nível de entendimento de quem pousa aqui neste espaço. É algo que me comove e me anima sobremodo.

    Deus seja louvado!

    ResponderExcluir
  45. Rodmilson, já que é pra ir de Hebreus 13 vamos lá então:

    Hebreus 13
    7 - Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos pregaram a palavra de Deus; e, considerando atentamente o fim da sua vida, imitai a fé que tiveram.
    GUIA E PASTOR É AQUELE QUE LHE APRESENTA A PALAVRA DE DEUS, NÃO É UM CARA ÚNICO, ESCOLHIDO, CONSAGRADO, COMPRADO, VENDIDO, MAS QUALQUER CRISTÃO, AQUELE QUE TE EVANGELIZOU É O GUIA E PASTOR.

    8 - Jesus Cristo, ontem e hoje, é o mesmo e o será para sempre.
    LEU ISTO, JESUS É O MESMO, MAS A IGREJA NÃO SABE DISTO PORQUE ELA NÃO LÊ ESTE VERSO, SÓ LÊ O 13:17 COMO VOCÊ FEZ.

    9 - Não vos deixeis envolver por doutrinas várias e estranhas, porquanto o que vale é estar o coração confirmado com graça e não com alimentos, pois nunca tiveram proveito os que com isto se preocuparam.
    ESTE TEXTO LHE DIZ ALGUMA COISA?

    14 - Na verdade, não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a que há de vir.
    TEMPLO, SACERDÓCIO, TEM HAVER COM ISTO?

    15 - Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome.
    FRUTO DOS LÁBIOS QUE CONFESSA O NOME DE JESUS, SEUS LÁBIOS TEM CONFESSADO OU TEM SIDO USADO SÓ PARA OFENSAS?

    16 - Não negligencieis, igualmente, a prática do bem e a mútua cooperação; pois, com tais sacrifícios, Deus se compraz.
    SABE O QUE É PRÁTICA DO BEM E COOPERAÇÃO???

    17 - Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros.
    OBEDECER EM AMOR PORQUE O GUIA VELA POR SUA ALMA, NÃO OBEDECER POR AUTORIDADE DOENTIA.
    AOS LÍDERES ODIOSOS, REPRIMENTES E HITLERNIANOS NINGUÉM DEVE NUNCA SE SUBMETER. OU PAULO SE SUBMETEU A NERO? OU OUTRO IMPERADOS QUE SUPOSTAMENTE ESTAVA SOBRE ELE??

    20 - Ora, o Deus da paz, que tornou a trazer dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o grande Pastor das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança,
    21 - vos aperfeiçoe em todo o bem, para cumprirdes a sua vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre. Amém!
    APERFEIÇOE O BEM, OPERANDO O QUE É AGRADÁVEL.

    24 - Saudai todos os vossos guias, bem como todos os santos. Os da Itália vos saúdam.
    CUMPRIMENTE OS VOSSOS GUIAS E TODOS OS SANTOS, ISTO NÃO DÁ UMA CONFIRMAÇÃO DE IGUALDADE GENERALIZADA??? OU VOCÊ LÊ DIFERENTE?

    ResponderExcluir
  46. Rodmilson se você pudesse lançava todo mundo no inferno, ainda bem que você é um falso profeta, porque JESUS, NÃO QUER QUE NENHUM SE PERCA.
    Você tem síndrome de Lúcifer, acha que o CÉU é SEU.
    Vai se converter, vai. Você não é pastor nem aqui nem em lugar nenhum. Quando for em São Paulo vou na tua igreja para olhar você face a face.
    Espero que dê tempo de você se arrepender antes DO GRANDE DIA DO SENHOR.

    ResponderExcluir
  47. Rodmilson... comecei a ler seu comentário e pensei que fosse chamar o Evaldo de filho da puta. (rs)

    Seus comentários estão ficando cada vez mais agressivos. Eu prefiro não moderar comentários, acredito que podemos ter conversas educadas e respeitosas. Ter que moderar os comentários me deixa desconfortável. Me dá a impressão de que eu vou dar o tom do diálogo publicando apenas o que achar correto. Por isso prefiro deixar em aberto confiando no bom senso de cada um.

    Se os amigos se sentirem ofendidos por favor me avisem que tão logo excluo comentários agressivos. Já disse que se for pra xingar alguém aqui, que seja eu, o dono do blog. Com isso não tenho problema...

    Geralmente quando apelamos para agressividade é porque o argumento falta...

    Eu particularmente não tenho problema quando me chamam de filho do diabo - pois bem sei que não o sou -, e o fato de meu próprio Mestre ter sido apontado como Belzebu me faz sentir empatia... e se o próprio Mestre foi tido como Demônio, imagine só eu, seu mais reles servo!?

    Então, Evaldo... se você também partilha desse sentimento e não se incomoda com o esbravejamento do irmão Rodmilson, prefiro deixar os comentários dele.

    Querido Rodmilson, peço com toda humildade. Veja o perfil dos seus comentários neste espaço. Infelizmente vem corroborando a premissa do meu texto.

    Temos de ter domínio-próprio, fruto do Espírito Santo. Ou pastor pode fugir à regra?

    Até agora, os "filhos do diabo", "covardes", "ímpios" e "merdas" que comentaram por aqui têm exibido maior equilíbrio e ponderação.

    Não estamos aqui para chocarrices, ou porfias, estamos para conversar num tom livre, alegre e respeitoso! Não há ninguém melhor que ninguém - mesmo que alguns pensem estar acima, né?! (rs).

    ResponderExcluir
  48. "Primeiramente já que o autor do blog tomou a iniciativa de utilizar a expressão "esterco" para a coloquialmente usada nos dias de hoje,"merda" eu tomo a liberdade de me referir a esse endemoniado que atende pelo nome de Fabio que é isso que vc é:uma MERDA!Pq é isso o que vc vai ser reduzido por ter tido inveja de um ungido do senhor e de ñ ter tido a sabedoria de ser um multiplicador de talentos que ele tem1Pq quem ñ souber multiplicar talentos será lançado nas trevas aonde haverá choro e ranger de dentes..."



    Sr. Rodmilson, vc viaja na maionese... Rsrsrs!
    Vc só pode estar de brincadeira... quando a gente pensa q já viu de tudo... Rsrsrs!... Eis q surge um "ungido" de Gezuiz... e mostra o q ele tem feito com a "santidade" q habita em sua vida... Rsrsrs!
    Faz me rir...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    "Acho" q vc escolheu a profissão errada, sua profissão de pastor... vc daria p/ um bom comediante... Rsrsrs!... [ só não sei se ganharia + din din q na atual profissão... Rsrsrs!]

    Tenha uma ótima noite!

    ResponderExcluir
  49. Quando olho para Jesus vejo ele agindo com tanta intrepidez contra os religiosos da época, que oprimiam as pessoas com regras humanas estabelecidas justamente para justificar que existem pessoas melhores que as outras. Como se fosse possível chegar a Deus por obras humanas.

    No entanto, quando vejo Jesus tratando com as pessoas sempre vejo mansidão, amor e principalmente delicadeza. Assim foi com a mulher de samaria, com as pessoas que Jesus curou. Jesus tocou em leprosos, jantou com pecadores e em nenhum momento chamou eles de esterco da terra, ou raça de víboras.

    ResponderExcluir
  50. Thiago, na boa, passei a acreditar que este Rodmilson não é uma pessoa de verdade, é alguém brincando com a gente.
    Se realmente ele é uma pessoa que crê no que escreve aqui é uma pessoa totalmente desqualificada psicológica, ética e moralmente.
    Eu simplesmente não posso crer que exista alguém tão distante do que Jesus ensinou e mesmo assim com tanta convicção de sua ignorância e arrogância e se jactando de que está fazendo conforme os ensinamentos do Mestre.
    Se textualmente ele age assim, eu nunca quero vê-lo pessoalmente.
    Ele demonstra ser uma pessoa totalmente perturbada psicologicamente, devia procurar um psicólogo ou um psiquiatra.
    Provavelmente ele sofreu muito quando criança, talvez tenha sofrido abuso sexual por um adulto pedófilo.
    Não tem como continuar o diálogo com uma pessoa assim.
    Ele te ofende e diz que não está te ofendendo, que está ofendendo o diabo, rsrs.
    Como diria o Luciano Huck, loucura, loucura.
    Eu não esquento em ser chamado de filho do diabo porque como você mesmo disse eu não sou.
    Sou filho da Luz, filho de Deus e filho de Deus age com temperança, tranquilidade, não ofende, não quer a morte de outros, não condena precipitadamente, não julga, não difama, não escarnece, não se assusta com nada e com ninguém.
    Pelo contrário, os filhos da treva, ofendem, querem matar mesmo que seja textualmente, querem insultar, querem chamar todos de filhos das trevas pois deseja profundamente que todos tornem-se seus irmãos.
    Os filhos das trevas se colocam como potestades querem estar por cima, querem ter súditos, enquanto os filhos da Luz se colocam como ombro-a-ombro, como amigos, como irmãos, como companheiros.
    Os filhos das trevas querem que você vá a um lugar adorá-lo (a ele mesmo) mesmo que use o nome de Deus, os filhos da Luz querem que você adore a Deus em espírito e em verdade.
    Irmãos e queridos em Cristo Jesus, acho que o Rodmilson já DEU o que tinha que DAR.
    Ele não percebe que está de quatro sendo enrabado pelo Diabo sem utilizar KY.
    Mas um dia ele acorda.
    No mais, vivamos na Graça Daquele que nos chamou para a PAZ, AMOR e VIDA.

    ResponderExcluir
  51. Bom, a partir desta última excelente postagem do Evaldo, não tenho mais nada a acrescentar... concordo plenamente com tudo o que ele disse e não retiro nada do que foi dito... EXCELENTE discernimento e entendimento da Graça e do Evangelho de Cristo Jesus!

    Graça e Paz a tds!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  52. Que os conservadores me desculpem, mas isso é Igreja emergente!

    "Hoje aprendi a usar a liberdade que Cristo conquistou pra mim" - Muito bem dito pelo autor. Quando uma mensagem dessas se conciliar com o conservadorismo do próximo, talvez veremos o emergir de uma nova fase da Igreja.

    ResponderExcluir
  53. Um texto que eu teria escrito se tivesse a mesma habilidade, como não tenho, basta-se subscrever e concordar inteiramente com tudo.

    ResponderExcluir
  54. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Thiago... parabéns pelo POST. Concordo contigo em várias partes e faz anos que sou sem denominação.

    Viver por Cristo e para Cristo é algo insano... insensato, coisa de louco. Pois se enlouquecemos é...

    A guerrinha do pastor ai de cima me fez lembrar o porque que abandonei a denominação.

    Ele que me desculpe, mas sem sabedoria alguma. Ele tenta defender a crença dele, direito dele.

    Mas se eu usar a palavra para condenar e não para salvar, não sobrará nenhum humano nesse planeta.

    Mas para chamar a atenção dele e de outros ai, eu vou dizer apenas o que diz a oração do Pai Nosso:

    PERDOA AS NOSSAS DIVIDAS, ASSIM COMO PERDOAMOS OS NOSSOS DEVEDORES.

    Vamos por assim:

    Pai perdoa os meus pecados assim como eu perdoo aqueles que pecam contra mim.

    Pai perdoa minhas dividas assim como eu perdoo aqueles que me devem.

    Pai perdoa o que xingo, assim como eu perdoo quem me xinga.

    Pai perdoa minhas mentiras, assim como eu perdoo quem mente pra mim.

    Pai perdoa minha hipocrisia, assim como eu perdoo quem é hipocrita comigo.

    Pai... e por ai vai... não vai ter fim.

    Lembro-me da sabedoria de Davi quando um velho o amaldiçoava e apredejava, e seus soldados queriam fazer algo ele disse:
    Deixei-o onde está, vai ver o SENHOR o mandou para me provar.

    Ele poderia ter matado, poderia ter torturado, poderia ter se justificado.

    Mas não fez nada disso.

    Pensem

    Que caia o sistema. E venha a vida com Cristo.

    Abraços a todos e a paz.

    ResponderExcluir
  55. A graça e a paz para todos!!!Seguindo leitura ,parei aqui pela primeira vez, nesse blog, site e outros que anteriormente passei. O que percebo, na fala de todos que participam,eu aqui posso me incluir, de alguma forma ou de outra, é o de estar sempre se justificando.É Deus quem nos justifica,Amados!!!Se você está numa Igreja, Amém!!! se está fora : Amém!!!A salvação é individual!!!Vivemos num país livre!!!apesar de nos tornarmos escravos sem percebermos.O que me levou a postar esse comentário,é dizer que muitas igrejas estão doentes, sofridas,seus próprios lideres,porque antes eram ovelhas, agora passaram a ser lideres,mas a obra está pesada, o fardo não é leve.Tudo que se levanta fora da igreja estabelecida por Deus, é heresia, divisão,rebeldia,blasmefia,de tudo o que tem se falado, tem gerado incredulidade,desconfiança!!!Enfim,não se justifica, não se amaldiçoe dizendo ser rebelde, desviado, saiu da Igreja, não diga NADA, Deus te justifica, ainda o Espirito SAnto não foi retirado, clame, invoca ao Deus VIvo, Ele te esclarecerá, somente a você, quanto as suas obras, serão manifestas, quer sejam boas ou ruins.No mais,produzis em vós os frutos do Espirito Santo,contra este as portas do Inferno não poderão prevalecer.Um abraço fraterno.Adriana

    ResponderExcluir
  56. "E ALGUMA COISA BOA PROCEDE DE ALGUÉM QUE É CHAMADO POR RODMIR(L)SON?"

    Brincadeiras a parte, concordo com o Evaldo Wolkers, esse caboclinho não existe não. As falas todas são jargões da Visão e seus semelhantes(falo com conhecimento de causa, já que frequento uma DEMOnização, digo, denominação (perdão) que está nesse esquema aí).

    Portanto, se não existe, não deve, nem pode REJEITAR nada em nome de ninguém. Ok?

    Thigo, excelente post, muito fácil de entender e com a característica que procuro para explicar tambném meus pensamentos. Vc consegue se expressar com um grande respeito a todas as maneiras de pensamento.

    Se nós conseguirmos alcançar, seja como indíviduos ou coletivamente, o patamar da TOLERÂNCIA.

    Também tenho sido muito edificado com pessoas diferentes, em credos e idéias. Tenho aprendido mais com meu pai (isso, Seo Orestes), que não de Igreja, do que em outro lugares.

    Não é bom?

    um abraço

    ResponderExcluir
  57. Lamentável a conduta do Pr. Rodmilson....é por pastores como ele que muitas pessoas não colocam os pés em uma igreja ou desistiram dela...!!!

    Lamentável!!!

    ResponderExcluir
  58. E ai Thiago, levei mais de uma hora só para ler todos os comentários, sabe qdo vjo a proporção q a discussão acima tomou com o Pastor Rod (ele se intitula assim)tentando não perder a discurssão, sem demagogia e presunção, tento me colocar no lugar de Cristo, já pensou se Ele tivesse clicando com gente............ será q Ele ficaria feliz, triste, com medo, com raiva, como a Livia disse acima, raça de víboras........... é duro cara, q evangelho é esse, q amor é esse............. abraços, para todos e q Deus nos abençoe............

    ResponderExcluir
  59. Olá!

    Acredito que o autor não representa todos os que estão fora da "Denominação" e que os que, em tese, estariam dentro e comentam aqui, também não representam os que frequentam igrejas.

    Bem, eu sou pastor e tenho convicção absoluta que é vontade de Cristo que a Igreja exista. Não apenas dentro da igreja (i minúsculo). Mas também não apenas fora dela. Mas onde estivermos.

    Concordo que um sistema religioso tem tomado conta da verdadeira Igreja. Mas estou comprometido, junto com a igreja local a qual faço parte, a sermos uma comunidade de amor e aceitação, pautada na Bíblia, sem facilitá-la ou dificultá-la. Ela é viva... não precisa de mim (como pastor) para fazer efeito.

    Tenho visto o Senhor nos usar, de maneira que relacionamentos (casamentos, amizades...) estão se renovando, viciados se recuperando, pessoas servindo uns aos outros.

    Alguém até pode dizer que estas coisas podem ser feitas FD, mas aquele conselho para não deixarmos de nos reunir é algo que entendo como se referindo a igreja local.

    Estamos empenhados, aqui em Caxias do Sul, RS, em matarmos o sistema e vivermos como a noiva de Cristo, preparando-nos para sua volta.

    (só pra constar: fico triste em ver pessoas se agredindo por aqui. Isso não deveria ter lugar nem AD nem DD. Sei que não é culpa do autor... mas fico triste).

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  60. Nota de Esclarecimento
    Olá Thiago Mendanha.
    Estava fazendo uma busca na internet e passei por aqui. Eu sou o Pr Rod, um dos pastores auxiliares da Igreja Cristo Salva - Ministério Tio Cassio. O "Cristo Salva" vem de um amado irmão nosso da fórmula 1, e o "Tio Cassio" (saudoso Tio Cassio) por ser o fundador deste trabalho, juntamente com sua esposa. Gostaria de pedir aqui desculpas, ou perdão, por esta pessoa estar usando o meu nome e usar tal linguajar...
    A Diretoria da nossa Igreja já está sabendo que há uma pessoa na internet se fazendo passar por mim (um Fake). Nossa presidência e conselho pastoral está pronta para esclarecer qualquer dúvida à qualquer pessoa...
    Isso é muito triste, como o Pr David já mencionou. Não sei porque esta pessoa está fazendo isso. Que bom que Evaldo percebeu (discernimento mesmo!) que esse tal de "Rodmilson Jorge Fake" não "é" uma pessoa de verdade (ou da Verdade, eu diria), mas sim alguém brincando... (Para mim isso não tem nada de brincadeira). Gostaria de solicitar formalmente que todas as postagens feitas por este indivíduo sejam removidas do Blog, como foi a de 17 de novembro de 2009, conforme está mencionado. Enquanto esta pessoa envolveu só meu nome, não liguei...(apesar de que quando se faz passar por um pastor, já envolveu seriamente o Nome de Jesus). Então ele também envolveu o nome da Igreja Cristo Salva - Ministério Tio Cassio, e sua direção. Então resolvi me manifestar. Por favor, gostaria que esta nota de esclarecimento fosse publicada o quanto antes, pois servirá para outros blogs onde esta pessoa tem deixado seus comentários.
    Muito obrigado
    Rod Pr

    estou à sua disposição se você desejar entrar em contato direto comigo. Em nosso site www.cristosalva.com.br tem esse contato ou pelo cristosalva@cristosalva.com.br
    obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  61. Nota de Esclarecimento
    Olá Thiago Mendanha.
    Estava fazendo uma busca na internet e passei por aqui. Eu sou o Pr Rod, um dos pastores auxiliares da Igreja Cristo Salva - Ministério Tio Cassio. O "Cristo Salva" vem de um amado irmão nosso da fórmula 1, e o "Tio Cassio" (saudoso Tio Cassio) por ser o fundador deste trabalho, juntamente com sua esposa. Gostaria de pedir aqui desculpas, ou perdão, por esta pessoa estar usando o meu nome e usar tal linguajar...
    A Diretoria da nossa Igreja já está sabendo que há uma pessoa na internet se fazendo passar por mim (um Fake). Nossa presidência e conselho pastoral está pronta para esclarecer qualquer dúvida à qualquer pessoa...
    Isso é muito triste, como o Pr David já mencionou. Não sei porque esta pessoa está fazendo isso. Que bom que Evaldo percebeu (discernimento mesmo!) que esse tal de "Rodmilson Jorge Fake" não "é" uma pessoa de verdade (ou da Verdade, eu diria), mas sim alguém brincando... (Para mim isso não tem nada de brincadeira). Gostaria de solicitar formalmente que todas as postagens feitas por este indivíduo sejam removidas do Blog, como foi a de 17 de novembro de 2009, conforme está mencionado. Enquanto esta pessoa envolveu só meu nome, não liguei...(apesar de que quando se faz passar por um pastor, já envolveu seriamente o Nome de Jesus). Então ele também envolveu o nome da Igreja Cristo Salva - Ministério Tio Cassio, e sua direção. Então resolvi me manifestar. Por favor, gostaria que esta nota de esclarecimento fosse publicada o quanto antes, pois servirá para outros blogs onde esta pessoa tem deixado seus comentários.
    Muito obrigado
    Rod Pr

    Estou à sua disposição se você desejar entrar em contato direto comigo. Em nosso site www.cristosalva.com.br tem esse contato ou pelo cristosalva@cristosalva.com.br
    Obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  62. Ótimo texto, sou novo pro aqui e preciso ler mais este blog, compartilho das mesmas opiniões, porém tenho umas dúvidas.

    Quanto a questão de congregar em uma comunidade fisica de fieis, que é um mandamento. Paulo chegar a dizer para não deixar de congregar como é costume de alguns, a comunhão com os santos, santa ceia, o viver em comunidade em comunhão uns com os outros, se reunir para adorar, aprender compartilhar experiencias, alegrias, tristezas e etc. Ainda não consigo compreender de outra forma de viver estas coisas a não ser isto que chamamos "Igreja" (em maiusculo). Não acho que com Cristo em Casa só voce e mais ninguém seja uma forma de servir a Deus.

    Bom é isso, mas por outro lado estou aos poucos tentando me desligar do sistema religioso, mas não abro mão da comunhão e do partir do pão.

    ResponderExcluir
  63. Thiago querido,seu pensamento sobre a igreja de hoje é real e fácil de entender principalmente quando vivemos dentro do contexto; o que não concordo é com a colocação como se todos fossem iguais (o fato de existir políticos corruptos não me tira a certeza que ainda há o que não seja, ainda que todos seja corruptível, só como exemplo). A igreja é contituída por homens corruptíveis e sim pode ser assim mesmo como vc descreveu o sistema, mas eu creio em uma igreja formada primeiramente dentro de mim e que o mais importante nisso tudo é não deixar que o corpo (nós) seja maior que a cabeça (Cristo) continue crendo Nele e como vc mesmo disse o que precisar ser mudado em vc Ele mudará a seu tempo. Um abraço e continue crendo que só Ele e não a igreja pode nos salvar.

    ResponderExcluir

Fico muuuuuuuito feliz com a iniciativa de deixar seu comentário. Aqui você pode exercer sua livre expressão e opinião: criticar, discordar, concordar, elogiar, sugerir... pode até xingar, mas, por favor, se chegar a esse ponto só aceito ofensas contra mim (Thiago Mendanha) e mais ninguém, ok? rs